Repositório Digital

A- A A+

Estilos de liderança : um estudo no Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) sede e regional Brasília

.

Estilos de liderança : um estudo no Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) sede e regional Brasília

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estilos de liderança : um estudo no Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO) sede e regional Brasília
Autor Dutra, Maria Francisca
Orientador De Re, Cesar Augusto Tejera
Data 2014
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão Pública - UNISERPRO.
Assunto Estilos de liderança
Serviço público federal
Resumo Este estudo foi realizado no Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO), uma empresa pública federal, cujo negócio é a prestação de serviços de Tecnologia da Informação e Comunicações (TIC) para o setor público. O objetivo central foi identificar os estilos gerenciais mais característicos dos comportamentos dos gestores do SERPRO da Sede e da Regional Brasília, de acordo com a percepção dos seus subordinados. O referencial teórico abordou as principais teorias sobre os estilos de liderança, focando a abordagem dos estilos gerenciais identificados por Melo (2004). Para a realização deste estudo optou-se por fazer pesquisa bibliográfica, documental e levantamento de campo (Método Survey). Para a coleta de dados foi utilizada a Escala de Avaliação dos Estilos Gerenciais (EAEG), construída e validada por Melo (2004). Este questionário foi estruturado no Google Drive (docs) e disponibilizado, via internet, para 1.897 empregados lotados na Sede e na Regional Brasília, obtendo-se uma amostra de 448 respondentes. Para a discussão dos resultados foram realizadas análises estatísticas descritivas e análises explicativas com vistas a identificar os fatores que contribuíram para os resultados obtidos. Os resultados da pesquisa demonstraram que o Estilo Situacional é o mais característico dos comportamentos dos gestores do SERPRO da Sede e da Regional Brasília. Esse resultado sugere que os gestores são flexíveis na maneira de lidar com seus subordinados, adaptando seu estilo às exigências do ambiente de trabalho e variando o seu comportamento de acordo com a maturidade e a capacidade de execução das tarefas por parte dos subordinados, dando-lhes autonomia e liberdade de acordo com a experiência e maturidade para assumir responsabilidades. A predominância do Estilo Situacional demonstra aderência ao tipo de negócio do SERPRO – Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) –, que requer uma maior adaptação, dinamismo e flexibilidade do líder às habilidades dos seus subordinados e às necessidades do contexto organizacional, buscando sempre o envolvimento e o comprometimento dos empregados com a visão e os objetivos a serem conquistados. Como sugestão para minimizar os eventuais impactos negativos desse estilo, ressalta-se a necessidade de se observar possíveis dificuldades por parte dos gestores em definir, quantificar e avaliar a maturidade dos seus subordinados e se não há uma possível tendência em pressupor que a maturidade profissional corresponde à maturidade emocional. Nesse sentido, preparar o líder para lidar com todo esse contexto é um grande desafio a ser perseguido pela Empresa.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/127330
Arquivos Descrição Formato
000969324.pdf (973.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.