Repositório Digital

A- A A+

Sustentabilidade, empreendedorismo e cooperação em associações de apicultores gaúchos : uma análise dos gestores-associados

.

Sustentabilidade, empreendedorismo e cooperação em associações de apicultores gaúchos : uma análise dos gestores-associados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sustentabilidade, empreendedorismo e cooperação em associações de apicultores gaúchos : uma análise dos gestores-associados
Autor Lengler, Letícia
Orientador Silva, Tania Nunes da
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos e Pesquisas em Agronegócios. Programa de Pós-Graduação em Agronegócios.
Assunto Agroindústria
Agronegócios
Apicultura
Empreendedorismo
Redes de cooperação
Redes organizacionais
Sustentabilidade
[en] Entrepreneurial potential and beekeepers associations
[en] Sustainable performance
Resumo Ao longo dos últimos anos, a apicultura vem se destacando no contexto do agronegócio, especialmente após 2002 quando o Brasil passou de país importador a exportador de mel. Este fato deixa claro que existe um potencial para o desenvolvimento da atividade apícola e crescimento do seu mercado. Neste processo de transformação, os indivíduos que deixam de atuar de forma isolada e unem esforços em prol de diminuir as dificuldades individuais encontram maior chance de êxito nos negócios. Dentro desta perspectiva, encontram-se as associações de apicultores que visam produzir resultados melhores para o bem-estar da coletividade, onde não apenas os aspectos econômicos como também os sociais, culturais e ambientais são condições necessárias para se alcançar estes resultados. No entanto, a sustentabilidade apresenta-se como um grande desafio, pois além da compreensão da idéia de equilíbrio entre os aspectos sócio-econômico-ambientais, o desenvolvimento de ações nesse sentido demandam o esforço coletivo. Nesse sentido, pessoas com disposição para empreender podem se tornar agentes influentes no desenvolvimento dessas ações. Para tanto, realizou-se esta pesquisa com os 72 gestores de 18 associações de apicultores com o objetivo de analisar a atuação sustentável das associações de apicultores, bem como a sua relação com o potencial empreendedor e a atuação cooperada dos gestores das mesmas. Embora tenha sido observado que os gestores são indivíduos empreendedores, a apicultura é exercida como uma atividade secundária o que caracteriza a falta de profissionalização no setor. Além disso, as associações de apicultores são pequenas, informais, com pequena produção de mel, comercialização restrita e poucas ações na dimensão da sustentabilidade, estando muito mais voltada para o aspecto econômico. Adicionalmente, os gestores percebem que falta consciência coletiva e capacitação associativista entre os associados, o que reflete a fragilidade das associações estudadas. Porém, apesar dessas dificuldades, as ações das associações analisadas indicam algumas possibilidades para que as mesmas possam alcançar desenvolvimento sustentável.
Abstract Over the past years, beekeeping has been standing out in the agribusiness context, especially after 2002, when Brazil changed its honey importer position to the exporter one. This fact makes it clear that there is a potential to the beekeeping activity development and its growing market. In this process of transformation, people leave the isolated way of acting and gather strength to minimize the individual difficulties and to find a bigger chance of succeeding in business. Therefore, we find beekeepers associations that aim to produce better results for the well being of the collectiveness, in which economic aspects as well as social, cultural and environmental ones are a required condition to reach these results. However, sustainability shows itself as a big challenge because beyond the comprehension of the balance among social, economic and environmental aspects, the development of actions in this direction requires collective efforts. In this way, it’s possible that people willing to undertake become influent agents in these actions development. Therefore, this research was applied to the managers of 18 beekeepers associations, aiming to analyze the sustainable performance of their associations as well as its relation to the manager’s entrepreneurial potential and cooperative performance. Although it was observed that the managers are entrepreneurs, the beekeeping is performed as a secondary activity which characterizes the lack of professionalism in the sector. Besides, the beekeeping associations are small, informal, with small honey production, restricted commercialization and a few actions in sustainability dimensions, being much more oriented to economic aspects. In addition, the managers realize they lack collective consciousness and associative capacity among the associates which reflects the studied associations’ fragility. Despite the difficulties, these association’s actions indicate a few possibilities to those who search for sustainable development.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12762
Arquivos Descrição Formato
000632714.pdf (881.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.