Repositório Digital

A- A A+

Impacto da orientação solar e do tipo de vidro no desempenho térmico da envoltória de uma edificação residencial envidraçada : análise segundo a etiqueta PBE Edifica

.

Impacto da orientação solar e do tipo de vidro no desempenho térmico da envoltória de uma edificação residencial envidraçada : análise segundo a etiqueta PBE Edifica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impacto da orientação solar e do tipo de vidro no desempenho térmico da envoltória de uma edificação residencial envidraçada : análise segundo a etiqueta PBE Edifica
Autor Vieira, Eduardo Gil Tarouco y
Orientador Passuello, Ana Carolina Badalotti
Torres, Maurício Carvalho Ayres
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo O consumo de energia aumenta dia após dia, enquanto os recursos naturais vão se escasseando. Por conta disso, o Governo Brasileiro expandiu seu selo de classificação de nível de eficiência energética para as edificações, através da criação do PBE Edifica (Programa Brasileiro de Etiquetagem para Edificações). Por conta disso, esse trabalho contribui para o desempenho térmico nas edificações residenciais, tema importante e que deve ser mais explorado nos próximos anos, tendo em vista o papel do setor da construção civil na busca pela eficiência energética das edificações, item cuja importância vai ao encontro do desenvolvimento sustentável. Como o setor construtivo é um dos principais responsáveis pelo consumo de recursos, entre eles a energia consumida durante toda a vida útil de suas edificações, fez-se uma análise do desempenho térmico de unidades habitacionais de um edifício residencial de alto padrão com fachada em pele de vidro, localizado em Porto Alegre, RS, através da etiqueta PBE Edifica. Com isso, avaliou-se o impacto da utilização de fachadas envidraçadas para a eficiência energética, além da análise do impacto da orientação solar na classificação do desempenho térmico, assim como a relevância de fatores térmicos como transmitância, capacidade térmica e absortância solar de paredes externas e a importância da especificação de materiais com baixa condutividade energética para um bom desempenho térmico. Os resultados mostram que apartamentos em fachadas oeste e norte, que recebem mais radiação solar, têm piores resultados para eficiência para resfriamento, mas apresentam resultados similares para eficiência para aquecimento e refrigeração. Além disso, vidros duplos insulados apresentam melhorias significativas para o desempenho térmico em comparação aos vidros comuns. Já etiqueta PBE Edifica demonstrou ser útil para determinação da eficiência energética nas edificações, mas os cálculos executados através da metodologia do Método Prescritivo, presente no Regulamento Técnico de Qualidade, além de serem de difícil manuseio, apresentaram resultado superior, isto é, com nível de eficiência mais elevado do que o esperado para uma edificação em pele de vidro.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/127687
Arquivos Descrição Formato
000970870.pdf (2.809Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.