Repositório Digital

A- A A+

Organização e interação dos pesquisadores na prática científica : um estudo de grupos de pesquisa da UFRGS

.

Organização e interação dos pesquisadores na prática científica : um estudo de grupos de pesquisa da UFRGS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Organização e interação dos pesquisadores na prática científica : um estudo de grupos de pesquisa da UFRGS
Outro título Organization and interactionof researchers in scientific pratices : a study o research groups in UFRGS
Autor Santos Júnior, Victor Lourenço dos
Orientador Neves, Clarissa Eckert Baeta
Data 2000
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Pesquisa científica
Sociologia da ciência
Resumo O objetivo desta dissertação foi investigar e analisar a organização e o funcionamento dos grupos de pesquisa assumindo que é através deles que se dá a produção do conhecimento científico. A partir da descrição das condições em que se desenvolve a atividade científica, buscouse analisar o funcionamento dos grupos de pesquisa, especialmente os seus modos de organização, suas seqüências de trabalho e suas práticas interativas, nos diferentes âmbitos, e responder às seguintes questões: como estão organizados e estruturados? quais são as seqüências de trabalho? quais são as interações que caracterizam a atividade científica e quais os meios utilizados? Este trabalho procurou compreender qual o impacto que a tecnologia da informação – Internet – exerceu sobre o processo de produção do conhecimento uma vez conhecidas as condições de organização e funcionamento da atividade científica – os grupos de pesquisa. Para isso, foi formulado um conceito de prática interativa que pudesse explicar estes dois grupos de variáveis.A definição de prática interativa empregada: Interações são as práticas comunicativas, convencionais ou desencaixadas, racionalmente definidas em função de objetivos, que consideram a complementariedade de expectativas, entre um ou mais sujeitos. O objeto de análise desta dissertação foi constituído pelos grupos de pesquisa da UFRGS, representados pelos seus líderes, nos quais foram investigadas as formas de organização e de interação que os pesquisadores mantém nas suas diferentes situações de trabalho e seus diferentes interlocutores. Esta investigação se deu através da aplicação de um questionário fechado e através de entrevistas semiestruturadas. Os dados obtidos sugerem que o atual modo de organização dos grupos de pesquisa foi afetado positivamente pela tecnologia da informação. E permitem afirmar que o processo de produção de conhecimento científico nas Universidades é cada vez menos uma atividade espontânea e individual e mais um processo organizado, hierarquizado e normatizado na forma de grupos de pesquisa, que colocam em prática novos modos de interação mediatizados por um fator inovador – a tecnologia da informação. A atividade científica, portanto, é cada vez mais o resultado de um conjunto de práticas interativas entre pesquisadores no âmbito do próprio campo científico e também com os agentes nãocientíficos, como empresas, agências de fomento, fornecedores, mercado e sociedade, constituindo uma rede transepistêmica.
Abstract The aim of this dissertation was investigating and analysing the organization and functioning of research groups assuming that it is through them that scientific knowledge production is triggered. This work was based on the analysis of the description in which the scientific activity is developed, trying to analyse the functioning of research groups, specially their organization means, their work sequences and interactive practices, at different levels, and answer the following questions: how are they organized and structured? What are the work sequences? What are the interactions that feature the scientific activity and what are the means employed? This work tried to point out how information technology – Internet – weighed on knowledge production process once known the conditions of scientific activity organization and functioning – the research groups. With that aim, an interactive practice concept was produced in order to explain both these groups of variables. The definition of the interactive practice used: Interactions are conventional or displaced communicative practices, rationally defined with targets, which consider the complementarity of expectations amid one or more subjects. This dissertation’s analisys object was UFRGS research groups, represented by their leaderships, in which investigations focused on the organization and interaction means used in different work situations and their different interlocutors. This investigation was held through a closed questionnaire with partly structured interviews. The resulting data suggest that the current way of organizing research groups was positively affected by information technology. It is possible to state that the scientific knowledge production process in Universities is decreasingly a spontaneous, individual activity rather than an organized process, ranked and standartized in the form of research groups, which put into practice new mediabased interaction ways through an innovattive factor – information technology. The scientific activity, therefore, is increasingly the result of a body of interactive practices amid researchers at the very scientific field level as well as nonscientific agents, such as companies, enhancement agencies, suppliers, market and society, setting up a transepistemological net.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12770
Arquivos Descrição Formato
000633077.pdf (783.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.