Repositório Digital

A- A A+

Estudo comparativo da utilização de plataforma cremalheira e balancim elétrico para execução de revestimento externo de argamassa

.

Estudo comparativo da utilização de plataforma cremalheira e balancim elétrico para execução de revestimento externo de argamassa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo comparativo da utilização de plataforma cremalheira e balancim elétrico para execução de revestimento externo de argamassa
Autor Mossmann, Pedro Vargas
Orientador Masuero, Angela Borges
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo O revestimento externo de argamassa, executado em fachadas de edifícios, é uma etapa crucial para o término da obra no prazo e custo previstos. A utilização de um equipamento de movimentação vertical adequado é de extrema importância para a obtenção de sucesso ao final dessa atividade. A plataforma cremalheira é um equipamento que viabiliza a execução de grandes áreas de revestimento externo, pois está disponível em larguras na ordem de 30 metros e alturas de mais de 100 metros, enquanto que o balancim elétrico tem a largura usual de 1 à 6 metros apenas, o que exige a utilização de vários equipamentos ou de montagens sucessivas. Além disso, o balancim é suspenso por cabos de aço e se torna vulnerável a ação do vento, dificultando e até impedindo a sua operação e consequentemente a produção. Já a plataforma é apoiada em mastros rígidos, fixos em bases de concreto no solo e na estrutura da edificação e por isso se movimenta apenas na vertical, conforme a necessidade do operador e se torna uma alternativa para o balancim elétrico. Nesse contexto, esse trabalho busca contribuir, ao realizar um estudo comparativo de produtividade, custo e segurança na execução do revestimento externo na fachada de dois edifícios iguais com dois equipamentos diferentes, a plataforma cremalheira e o balancim elétrico, através da observação diária das atividades de revestimento externo nas duas torres. Para isso foi necessário uma revisão bibliográfica limitada a esses dois equipamentos. Após a etapa teórica foi feita a observação diária das atividades que envolviam a produção de revestimento externo de argamassa em duas torres iguais, uma com cada equipamento, desde a produção da argamassa até o desempeno final. Essa etapa gerou resultados da produtividade diária e do custo que cada equipamento gerou para a execução dessa atividade. Também foi feita uma pesquisa com os profissionais, responsáveis pela execução do revestimento externo, para avaliar a percepção de segurança que cada equipamento causa durante o trabalho. A partir dos resultados gerados pode se perceber que a plataforma cremalheira teve a produtividade em torno de 1 m² maior que o balancim elétrico e o custo de locação praticamente duas vezes maior, além de passar uma falsa sensação de segurança. Com isso, sugeriram-se algumas alternativas na etapa de produção de revestimento externo de argamassa, para melhorar a produtividade e reduzir o tempo de locação necessário pára a conclusão dessa atividade, reduzindo o custo de locação da plataforma cremalheira, a fim de torná-la mais viável economicamente.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/127704
Arquivos Descrição Formato
000971005.pdf (3.482Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.