Repositório Digital

A- A A+

Tecnologia BIM na construção civil : composição de custo direto

.

Tecnologia BIM na construção civil : composição de custo direto

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tecnologia BIM na construção civil : composição de custo direto
Autor Koelln, Friedrich Pfeifer
Orientador Lorenzi, Luciani Somensi
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Sabe-se que, no mercado da construção civil, a previsão e a composição de custos de um determinado empreendimento são fonte de dúvidas, incertezas e, por vezes, levam a valores vagos e imprecisos ainda hoje. Isso pode estar associado, em grande parte, ao levantamento precário e arcaico das quantidades de materiais e serviços, o que remete, muitas vezes, a projetos incompletos ou mal detalhados. O levantamento dessas quantidades através de um modelo tridimensional, criado a partir de objetos parametrizados, com uma grande quantidade de informações agregadas, pode mudar esse cenário. O presente trabalho aborda o uso da tecnologia BIM (Building Information Modeling) na composição de custos diretos de um orçamento. Por tratar-se de uma inovação tecnológica recente, a bibliografia em torno da tecnologia BIM vem se aperfeiçoando a cada ano. Atualmente, espera-se, por exemplo, a conclusão da primeira norma técnica brasileira sobre BIM. Após uma contextualização do cenário de adoção desta tecnologia no mercado da construção civil brasileira, este trabalho aborda seu foco principal na descrição dos três tipos de uso de BIM na composição de custo direto: a extração de quantidades relevantes ao orçamento diretamente do modelo tridimensional, a exportação dessas quantidades através de plug-in e, por fim, a exportação do arquivo do modelo para uma ferramenta BIM de gestão de custos. Procurou-se abordar detalhadamente características do uso de dados de quantidade em ambas as ferramentas. Este trabalho tem por intenção facilitar a busca de conhecimento sobre o uso de BIM além da simples modelagem tridimensional, procurando trazer informações sobre a interface da plataforma e suas ferramentas de forma exemplificada, por meio dos programas Revit e RIBiTwo. Constatou-se o grande potencial da adoção de BIM para alcançar composições, custos diretos e orçamentos cada vez mais precisos, uma vez que a precisão no levantamento de quantidades é compartilhada entre o orçamentista, com sua experiência na leitura dos dados gerados, e as ferramentas BIM, com sua forma inteligente e paramétrica de dispor objetos em um modelo tridimensional, simulando da forma mais fiel possível a futura realização dos projetos. Por fim, são descritas duas ferramentas BIM relativas ao estudo da gestão de custos. A primeira demonstra a modelagem de uma edificação e o levantamento de quantidades presentes no modelo, a segunda baseia-se no modelo gerado para gerar as quantidades das composições de custo direto das diferentes posições de um orçamento.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/127708
Arquivos Descrição Formato
000970920.pdf (6.537Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.