Repositório Digital

A- A A+

Vigas mistas aço-concreto : comparação com vigas simples em um estudo de caso

.

Vigas mistas aço-concreto : comparação com vigas simples em um estudo de caso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vigas mistas aço-concreto : comparação com vigas simples em um estudo de caso
Autor Müller, Márcio Brecher
Orientador Almeida, Felipe Schaedler de
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Este trabalho versa sobre a comparação de vigas mistas aço-concreto com vigas simples utilizando como sistemas construtivos laje com fôrma de aço incorporada (steel deck) e laje maciça de concreto. Inicialmente é feita uma revisão bibliográfica que aborda os principais tópicos relacionados ao assunto de vigas mistas aço-concreto como tipo de uso, critérios de projeto, tipos de seções e dimensionamento de acordo com NBR 8800 (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS, 2008). A partir daí foi desenvolvida uma rotina de cálculo utilizando o Microsoft Office Excel que calcula o momento resistente da seção mista e esforço cortante resistente para nervuras perpendiculares e paralelas à seção de aço, no caso de steel deck, ou seja, condição de estado limite último. Nesta mesma planilha foram incluídas também as verificações necessárias para o estado limite de serviço, referente a deslocamentos excessivos. Estas verificações foram baseadas num modelo de viga biapoiada. Após foi escolhido um pavimento tipo de um edifício residencial para realizar os cálculos e analisar o comportamento de duas vigas submetidas a carregamentos diferentes. Para ter um maior volume de resultados, foram criadas ainda duas situações fictícias. Na primeira (caso 1) o dimensionamento foi realizado com a intenção de reduzir o consumo de aço. Na segunda (caso 2) o dimensionamento foi limitado em uma altura máxima de 40cm (viga + laje). Este caso representa uma eventual restrição geométrica imposta pelo projeto arquitetônico. Com isso foi possível realizar as comparações entre cada método construtivo e a apresentação dos diferentes resultados. Constatou-se que a solução de viga mista com steel deck apresentou resultados satisfatórios no que diz respeito ao consumo de aço, de acordo com as comparações feitas. Este mesmo método construtivo foi o que mostrou a menor relação de momentos (Msd/Mrs), indicando maior resistência da seção. A condição de restrição geométrica da estrutura em 40,0cm (caso 2) foi atendida com sucesso, porém teve um aumento no consumo de aço de 55% na V9 e 37% na V10.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/127718
Arquivos Descrição Formato
000970996.pdf (1.276Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.