Repositório Digital

A- A A+

Estudo de viabilidade de produção de biodiesel a partir de microalga Chlorella pyrenoidosa por catálise enzimática

.

Estudo de viabilidade de produção de biodiesel a partir de microalga Chlorella pyrenoidosa por catálise enzimática

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo de viabilidade de produção de biodiesel a partir de microalga Chlorella pyrenoidosa por catálise enzimática
Autor Dierings, Tobias
Orientador Faccin, Debora Jung Luvizetto
Rech, Rosane
Co-orientador Todeschini, Jakeline Poppe
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo Com o aumento das necessidades energéticas mundiais, o desenvolvimento de novas fontes de energia renovável se torna cada vez mais importante. A utilização de frações de biodiesel no diesel comercial já é uma realidade e possui um grande apelo para aumento de demanda visto que os preços do barril do petróleo tendem a aumentar a cada ano. Atualmente, em sua grande maioria, a matéria-prima utilizada para produção de biodiesel é derivada de sementes oleaginosas, competindo com o mercado mundial de alimentos. A utilização de biomassa de microalgas surge como uma alternativa promissora tendo em vista sua alta produtividade. A utilização de catálise por via enzimática na reação de transesterificação em escala industrial ainda possui diversas limitações, porém apresenta vantagens quando comparada com a via química. Nesse trabalho, o óleo da microalga Chlorella pyrenoidosa foi extraído e analisado, verificando-se a viabilidade da produção de ésteres butílicos a partir do mesmo por transesterificação por via enzimática utilizando o derivado enzimático comercial Lypozime IM-RM da marca Novozymes®. Foram obtidos valores de lipídeos totais de até 21 % em massa de microalga seca. O resultado do perfil de ácidos graxos mostrou-se coerente com a bibliografia para essa espécie de microalga. Foi possível produzir ésteres butílicos de ácidos graxos a partir do óleo. O máximo de rendimento ocorreu na proporção álcool/óleo 10:1, proporções superiores diminuíram o rendimento da reação.
Abstract With the increase in global energy needs, the development of new sources of renewable energy becomes increasingly necessary. The use of biodiesel fractions in commercial diesel is already a reality and has a great appeal for high demand as oil barrel prices tend to rise each year. Actually, for the most part, the raw material used for biodiesel production is derived from oilseeds, competing with the global food market. The use of microalgae biomass is an potential alternative in view of its high productivity. The use of enzymatic catalysis in transesterification reaction on an industrial scale also has several limitations, however presents advantages compared with the chemical route. In this work, the oil from the microalgae Chlorella pyrenoidosa was extracted and analyzed, verifying the feasibility of the production of butyl esters by enzymatic transesterification using commercial enzyme derived Lypozime IM-RM from Novozymes®. Total lipid values of up to 21% by weight of dry microalgae were obtained. The result of the fatty acid profile was adequate with the literature for this kind of microalgae. It is possible to produce FABE’s from the oil. The maximum yield was the ratio alcohol/oil 10:1, higher proportions decreased reaction yield.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/127757
Arquivos Descrição Formato
000970471.pdf (1.111Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.