Repositório Digital

A- A A+

Cultivo da microalga Scenedesmus sp. em presença de nonilfenol etoxilado

.

Cultivo da microalga Scenedesmus sp. em presença de nonilfenol etoxilado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cultivo da microalga Scenedesmus sp. em presença de nonilfenol etoxilado
Autor Araujo, Ana Luisa Andueza dos Santos Carvalho de
Orientador Gutterres, Mariliz
Co-orientador Fontoura, Juliana Tolfo da
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Química.
Assunto Engenharia química
Resumo O presente estudo teve como objetivo a remoção do produto comercial nonifenol etoxilado a 9,5 mols de óxido de etileno, NP95EO – substância precursora de compostos disruptores endócrinos altamente refratários -, através da microalga Scenedesmus sp., bem como analisar o crescimento das mesmas na presença do poluente. Foram realizados 6 experimentos em escala laboratorial, nos quais as microalgas foram expostas a diferentes concentrações de NP95EO. O crescimento das microalgas e a remoção de nonilfenol etoxilado foi acompanhado por análises em espectrofotômero UV-Vis nos comprimentos de onda característicos. A microalga Scenedesmus sp. mostrou ser resistente ao nonilfenol etoxilado e o crescimento das culturas foi contínuo ao longo dos experimentos. Porém, aparentemente não se mostrou eficiente na remoção de NP95EO, visto seu baixo percentual de remoção no presente estudo relativo a sua periculosidade em mínimas concentrações no meio ambiente. Os experimentos 1, 2, 3 e 4, de concentrações inicias de NP95EO de 10.000 mg/L, 1.000 mg/L, 100 mg/L e 50 mg/L, apresentaram remoção de 45,68%, 67,85%, 23,85% e 22,44%, respectivamente; os experimentos 5 e 6 (1 mg/L e 0,5 mg/L de concentrações iniciais de NP95EO) apresentaram um aumento na concentração do composto. As baixas remoções e o aumento da concentração de nonilfenol etoxilado nos meios de cultivo podem estar associados à formação dos compostos derivados do NP95EO que são absorvidos no mesmo comprimento de onda. Sugere-se a análise dos compostos por outros métodos que possam identificar as substâncias presentes, como por exemplo, HPLC ou GC-MS, visto que outros estudos obtiveram resultados promissores.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/127761
Arquivos Descrição Formato
000970509.pdf (1.329Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.