Repositório Digital

A- A A+

O sistema de avaliação de proficiência em leitura em francês como língua estrangeira, em três universidades do Rio Grande do Sul : a prova, os candidatos e o produto de leitura

.

O sistema de avaliação de proficiência em leitura em francês como língua estrangeira, em três universidades do Rio Grande do Sul : a prova, os candidatos e o produto de leitura

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O sistema de avaliação de proficiência em leitura em francês como língua estrangeira, em três universidades do Rio Grande do Sul : a prova, os candidatos e o produto de leitura
Autor Galli, Joice Armani
Orientador Schlatter, Margarete
Data 2004
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Língua francesa : Proficiência
Lingua francesa (segunda lingua) : Ensino
Lingua francesa (segunda língua) : Leitura
Resumo Partindo-se do pressuposto de que ler em uma língua estrangeira é condição essencial para a formação acadêmica, a presente pesquisa busca investigar o sistema de avaliação em leitura do francês como língua estrangeira em três universidades gaúchas, analisando a prova, os candidatos e o produto de sua leitura. O objetivo principal é analisar os exames de proficiência em leitura do FLE, buscando verificar os modelos de leitura e de testagem que lhe são subjacentes bem como ensaiar um perfil do leitor pesquisador que se submete a prestar a prova nesta língua, já que não há estudos sobre tal tema em nosso país. O procedimento metodológico dá conta de um levantamento quantitativo, que diz respeito a dados que foram organizados de forma a compor a tabela com o índice de aprovação e reprovação no exame de proficiência em língua francesa ao longo de quatro anos, I e II semestres, na UniA, UniB e UniC, além das respostas fornecidas por 95% da população que se submete a esta prova, durante a aplicação de um questionário no I semestre de 2001, aos candidatos da UniA. A interface com dados qualitativos diz respeito às entrevistas com representantes das comissões de avaliação, à análise das provas e à análise das respostas dos candidatos. Os principais resultados permitem considerar que este exame de leitura em FLE caracteriza-se por um modelo de leitura e de avaliação que legitimam uma visão de leitura predominantemente sócio-interativa em duas universidades e uma visão de leitura prioritariamente de decodificação em outra. Dentre as contribuições, destacam-se as considerações sobre o que se entende por um leitor proficiente em FLE, além das respostas fornecidas no questionário, a exemplo desta população pensar que a obrigatoriedade da prova poderia ser substituída pelo cumprimento de créditos em seus cursos, permitindo-lhes uma formação mais afinada às exigências de pesquisadores leitores neste contexto.
Résumé Le présupposé que la lecture en langue étrangère est fondamentale à la formation académique est le point de départ de cette étude. Donc le sujet cherche à vérifier le système d'évaluation en lecture du français comme langue étrangère (FLE) dans trois universités de l´état du Rio Grande du Sud, où il est analysé l'examen, les candidats et le produit de leurs lectures. L'objectif principal est d'analyser les examens de compétence en lecture du FLE, afin de constater les modèles de lecture et les possibilités qui leur sont sous-jacentes, ainsi qu'essayer d'établir un profil du lecteur chercheur qui passe à cet examen, puisqu'il n'existe pas d´études dans cette thématique, au Brésil. La méthodologie rend compte d'une approche quantitative, laquelle est présentée sous la forme de données à propos des indicatifs sur la réussite et l´échec à cet examen au long de quatre ans, I et II semestres, à UniA, UniB et UniC. En plus, il y en a les réponses de 95% de cette population au questionnaire, instrument de recherche appliqué au I semestre de 2001, aux candidats de l'UniA. L'interface des données qualitatives fait rapport aux entrevues avec les répresentants de commissions d'évaluation, à l'analyse des examens et à l'analyse des réponses de ces candidats. Les principaux résultats sont la caractérisation d'un modèle de lecture et d'évaluation qui correspond à une visée préférencialement socio-interactive, selon les présupposés théoriques ici étudiés, au-dessous de cet examen dans deux universités, et à une visée de lecture qui privilegie la décodification dans une autre. Parmi les contributions, on détache les considérations à propos de ce qu'on comprend par un lecteur compétent en FLE et les réponses données à l'occasion du questionnaire, comme, par exemple, le fait de cette population penser que l'obligation de passer cet examen pourrait être remplacée par la réalisation de disciplines dans ses cours, ce que lui donnerait une formation plus proche des éxigences de chercheurs lecteurs inscripts dans ce contexte.
Abstract Supposing that reading in a foreign language is an essential condition to the academic development, this research aims to investigate the system of reading evaluation in French as a foreign language in three universities in Rio Grande do Sul, analysing their tests, candidates and reading results. Our main goal is to analyse the reading proficiency tests of FLE, trying to verify their reading models and tests, and also rehearse a profile of the researcher reader that takes the tests in that language since there are not any studies about this topic in our country. The methodology embraces a quantitative survey about some data organised to design a table with the rate of the results in the French proficiency test through four years, first and second semesters at UniA, UniB and UniC, and the answers given by 95% of the population that takes that test, during the application of a questionnaire to the candidates of UniA, in the first semester of 2001. The interface with quantitative data is about interviews with representatives of the evaluation commissions and the analysis of the tests and candidate answers. Our main results give the possibility to consider that this reading exam in FLE is characterized by a reading model and evaluation that legitimate a reading vision mainly socio-interactive in two universities, and a reading vision predominantly decoder. Among the contributions, the considerations of what we know about what a proficient reader is in FLE and the responses given in the questionnaires are highlighted. The population who answered this survey think that the obligation of taking this test could be substituted by some credits in their courses, given the possibility of an academic formation in accordance with the researchers readers’ demands in this context.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/127972
Arquivos Descrição Formato
000414350.pdf (3.674Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.