Repositório Digital

A- A A+

Caracterização paleoambiental dos carbonatos microbiais do membro crato, Formação Santana, aptiano-albiano da Bacia do Araripe

.

Caracterização paleoambiental dos carbonatos microbiais do membro crato, Formação Santana, aptiano-albiano da Bacia do Araripe

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização paleoambiental dos carbonatos microbiais do membro crato, Formação Santana, aptiano-albiano da Bacia do Araripe
Autor Bardola, Tatiana Pastro
Orientador Goldberg, Karin
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Araripe, Bacia do
Bacia do araripe
Formacao santana
[en] Araripe Basin
[en] Carbonates
[en] Cretaceous
[en] Lagerstatten
[en] Microbial mats
Resumo Este estudo apresenta os resultados de dados coletados em testemunhos de sondagem e afloramentos na sucessão aptiana-albiana da Bacia do Araripe, NE do Brasil. Carbonatos micríticos laminados se intercalam com rochas siliciclásticas, cujo índice de alteração química (CIA) é indicativo de um clima tipicamente árido a semi-árido. O Membro Crato foi formado sob regime hidrológico altamente variável, em uma laguna salina costeira sujeita a flutuações da profundidade da lâmina d´água, salinidade e grau de oxigenação. As condições ambientais estressantes favoreceram o desenvolvimento de extensos tapetes microbiais, responsáveis pela precipitação da maior parte dos carbonatos laminados. A origem microbial dos carbonatos é atestada por uma variedade de feições de esteiras microbiais, incluindo feições relativas ao crescimento (biolaminações, bioconstruções dômicas, padrões semelhantes a Kinneyia) e feições derivadas da destruição física das esteiras (estruturas “roll-up”, fissuras lineares incompletas, e fragmentos de esteiras oriundos da dessecação dos filmes microbiais). A presença de esteiras microbiais que recobriram os fósseis com EPS foi primordial na preservação extraordinária de tecidos moles.
Abstract This study presents the results on data collected in drill cores and outcrops in the Aptian-Albian succession in the Araripe Basin, NE Brazil. Laminated, micritic carbonates are interbedded with siliciclastic rocks that yielded CIA values typical of arid to semi-arid climate. The Crato Member was formed under a highly variable hydrologic regime (with fluctuating water depth, salinity and degree of oxygenation) in a coastal, saline lagoon. The stressful environmental conditions favored the development of extensive microbial mats, responsible for the precipitation of most laminated carbonates. The microbial origin of the carbonates is attested by a variety of microbial mat features, including growth-related features (biolaminations, domal buildups, patterns resembling Kinneyia) and features derived from physical mat destruction (roll-up structures, linear, incomplete fissures, and mat chips from desiccation of microbial films). The presence of microbial mats that covered the fossils with EPS was paramount for the extraordinary preservation of soft tissues.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/128020
Arquivos Descrição Formato
000975468.pdf (5.179Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.