Repositório Digital

A- A A+

Caracterização faciológica e estratigráfica dos depósitos Flúvio-eólicos da Formação Pirambóia, permo-triássico da Bacia do Paraná, Oeste do Rio Grande

.

Caracterização faciológica e estratigráfica dos depósitos Flúvio-eólicos da Formação Pirambóia, permo-triássico da Bacia do Paraná, Oeste do Rio Grande

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização faciológica e estratigráfica dos depósitos Flúvio-eólicos da Formação Pirambóia, permo-triássico da Bacia do Paraná, Oeste do Rio Grande
Autor Rodrigues, Adriana Damiani
Orientador Scherer, Claiton Marlon dos Santos
Co-orientador Goldberg, Karin
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Deposito flúvio
Formacao piramboia
[en] Fluvial-aeolian relationship
[en] Paraná basin
[en] Pirambóia formation
[en] Wet aeolian system
Resumo O objetivo principal desta dissertação é elaborar um arcabouço faciológico e estratigráfico para os depósitos flúvio-eólicos da Formação Pirambóia, Permo-Triássico da Bacia do Paraná, no bloco oeste do Estado do Rio Grande do Sul. O entendimento dos processos controladores da sedimentação e a relação entre os depósitos fluviais e eólicos foram fundamentais para estabelecer um modelo estratigráfico de alta resolução. A análise faciológica determinou 10 litofácies que foram agrupadas em seis associações de fácies: canais fluviais efêmeros, canais fluviais entrelaçados, lençóis arenosos eólicos, interdunas eólicas, dunas eólicas e depósitos eólicos deformados. A parte basal (metade inferior) da Formação Pirambóia é caracterizada por apresentar maior frequência e espessura de depósitos de lençóis arenosos eólicos e interdunas em comparação com estratos de dunas eólicas. Na metade superior da unidade predominam depósitos de dunas eólicas, enquanto os lençóis arenosos eólicos e interdunas diminuem de espessura. A relação flúvio-eólica revelou que os fluviais efêmeros coexistiram com o sistema eólico, as incursões fluviais ocorrendo preferencialmente ao longo dos corredores interligados de interdunas. Os fluviais entrelaçados não apresentaram vínculo com o sistema eólico, marcando uma interrupção da sedimentação eólica na área. Os depósitos fluviais entrelaçados e efêmeros ocorrem na base e no topo da unidade. A análise da sucessão estratigráfica indicou que a Formação Pirambóia representa um sistema eólico úmido. Entretanto as distintas características da metade inferior e superior mostram uma tendência de drying-upward, ou seja, condições climáticas relativamente mais áridas em direção ao topo da unidade.
Abstract The main aim of this dissertation is provide a facies and stratigraphic framework for fluvial-aeolian deposits of the Pirambóia Formation, Permian- Triassic of the Paraná Basin, west region of Rio Grande do Sul State. The recognition of the sedimentation controlling processes and the interaction between fluvial and aeolian deposits were essential to present a high-resolution stratigraphic framework. Facies analyses determined 10 litofacies that were grouped into six facies associations: fluvial ephemeral channels, fluvial braided channels, aeolian sand sheets, aeolian interdunes, aeolian dunes and deformed aeolian deposits. The basal portion (lower section) of Pirambóia Formation is characterized by thicker, more frequent aeolian sand sheets and interdunes deposits in relation to aeolian dunes strata. In the top portion (upper section) of the unit, aeolian dunes deposits dominate, while aeolian sand sheets and interdunes display reduced thickness. The fluvial-aeolian relationship revealed that fluvial ephemeral and eolian deposition coexisted, the fluvial incursions occurring preferentially along interconnected interdune corridors. Braided fluvial channels did not show any link with the aeolian system, marking an interruption of aeolian sedimentation in the area. The braided and ephemeral fluvials happen both at the base and top of the unit. An analysis of the stratigraphic succession indicated that the Pirambóia Formation represent a wet aeolian system. However, different characteristics in the lower and upper sections show a drying-upward trend, meaning that climatic conditions became relatively more arid towards the top of the unit.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/128021
Arquivos Descrição Formato
000975471.pdf (23.24Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.