Repositório Digital

A- A A+

Motivação na formação inicial : um estudo com licenciandos em música no Brasil

.

Motivação na formação inicial : um estudo com licenciandos em música no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Motivação na formação inicial : um estudo com licenciandos em música no Brasil
Autor Oliveira, Mário André Wanderley
Orientador Hentschke, Liane
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Música.
Assunto Brasil
Formação inicial
Licenciando
Motivação : Música
[en] Motivation
[en] Teacher education
[en] Undergraduate in music
Resumo O objetivo deste trabalho foi investigar, em âmbito nacional, a motivação de licenciandos em música em sua formação inicial. O referencial teórico desta pesquisa foi baseado no Modelo de Expectativa e Valor (ECCLES; O’NEILL; WIGFIELD, 2005), a partir de seis construtos. Nessa perspectiva, a Autopercepção de Habilidade para realizar uma tarefa e a Expectativa de Sucesso de seus realizadores são indicadores significativos de sua motivação. Ademais, as percepções acerca da Dificuldade da Tarefa e do Esforço Requerido para realizá-la são, além dos Valores que que lhe são atribuídos, aspectos centrais no estudo dessa motivação. Nesse sentido, para investigar a motivação de licenciandos em música na tarefa ‘formação inicial’, foi adotada como referência para este estudo o instrumento psicométrico Academic Scale (ECCLES; O’NEILL; WIGFIELD, 2005). Como método para essa investigação, de caráter quantitativo, foi definido o survey interseccional baseado na internet, com a adoção da técnica bola de neve. Ao final desta etapa, foram contabilizados os retornos de 477 licenciandos de todas as regiões do país. Por meio de Análise Fatorial Confirmatória, os dados coletados e o modelo teórico se mostraram desajustados, o que acrescentou ao procedimento analítico técnicas de Análise Fatorial Exploratória. Nesse procedimento, uma forma diferente de organização e análise dos dados foi identificada e adota: quatro fatores em vez de seis construtos. Com base na relação dos fatores resultantes e as variáveis observadas do estudo, foi possível inferir que a motivação dos licenciandos em música em sua formação inicial se diferencia quando são consideradas as variáveis demográficas, institucionais e pessoais observadas. Esse procedimento, no entanto, apenas diferenciou aqueles grupos que apresentaram os escores mais elevados da amostra dos grupos que apresentaram escores menos elevados, mas também altos. Toda a amostra apresentou indícios de estar otimista e confiante em sua formação inicial, o que respondeu ao objetivo geral. Isso, contudo, não se traduziu na intenção de todos em atuar na educação básica, posto que essa variável dividiu a amostra ao meio e os dois grupos resultantes não se diferenciaram significativamente em nenhum aspecto demográfico, institucional e pessoal. Ambos tão somente se diferenciaram pelos fatores Autopercepção de Habilidade / Expectativa de Sucesso, Esforço Requerido e Valores. Portanto, foi possível concluir que a intenção dos licenciandos em atuar na educação básica não é predita pela forma como eles são observados (homens, mulheres, jovens, adultos, nordestinos, sulistas, experientes, inexperientes, etc.), mas pela forma como eles mesmos se observam. É predita pela valoração mais intensa de suas experiências presentes no curso, pela perspectiva mais otimista de suas experiências futuras e por crenças que eles têm em suas capacidades e em si mesmos.
Abstract The aim of this study was to investigate, at the national level, the motivation of the undergraduates in music in their initial training. The theoretical framework of this research was based on the model of expectancy and value (ECCLES; O’NEILL; WIGFIELD, 2005), from six constructs. From this perspective, the Self-Perception of ability to realize a work and Expectation for Success of directors are significant indicators of motivation. Moreover, perceptions about the Difficulty of the Work and the Required Effort to perform it are in addition to the Values that they gives, central aspect in the study of this motivation. In this sense, to investigate the motivation of undergraduate music on task 'initial training' was adopted as a reference for this study the psychometric instrument Academic Scale (ECCLES; O'NEILL; WIGFIELD, 2005). As a method for this research, quantitative character, the intersectional survey based on the Internet, with the adoption of the snowball technique was set. At the end of this stage were recorded returns of 477 undergraduates from all regions of Brazil. Through Confirmatory Factor Analysis, the data collected and the theoretical model proved misfits, which added to the analytical procedure techniques Exploratory Factor Analysis. In this procedure, a different form of organization and analysis of data has been identified and adopted: four factors instead of six constructs. Based on the ratio of the resulting factors and the observed variables of the study, it was possible to infer that the motivation of undergraduates in their initial training in music is different when we consider the demographic, institutional and personal observed. This procedure, however, only differentiated those groups with the highest scores of the sample groups that had fewer high scores, but also high. The entire sample showed evidence is optimistic and confident in their initial training. This, however, did not translate the intention of all to act in basic education, since this variable split the sample in half and the two resulting groups did not differ significantly on any demographic aspect, institutional and personal. Both solely differentiated by Self-perception factors Ability / Success Expectancy, Required Effort and Values. Therefore, it was concluded that the intention of the licensees to act in basic education is not predicted by how they are observed (men, women, youth, adults, northeastern, southern, experienced, inexperienced, etc.), but by how they are observed. It is predicted by subtle valuation more intense their experiences present in the course as well as the subtly more optimistic view of their future experiences and beliefs they have in their abilities and themselves.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/128030
Arquivos Descrição Formato
000974643.pdf (4.287Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.