Repositório Digital

A- A A+

Influência dos taninos na digestibilidade e glicemia pósprandial de cães adultos

.

Influência dos taninos na digestibilidade e glicemia pósprandial de cães adultos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência dos taninos na digestibilidade e glicemia pósprandial de cães adultos
Outro título Influence of tannins on the digestibility and postprandial glycemia in adults dogs
Autor Teixeira, Liége
Orientador Trevizan, Luciano
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Cão
Digestibilidade
Nutricao animal
Sorgo
Tanino
Resumo O sorgo possui semelhança nutricional ao arroz, sendo um bom substitutivo na alimentação de cães, porém apresenta taninos condensados em sua composição. Taninos são compostos fenólicos com alto peso molecular e habilidade para formar complexos com proteínas e carboidratos, reduzindo o consumo e a digestibilidade dos nutrientes, podendo influenciar os níveis de glicose sanguínea pós-prandial. Os taninos são divididos em condensados (TC) e hidrolisáveis (TH). Esse estudo buscou verificar o efeito da substituição parcial do arroz por sorgo contendo TC e a inclusão de um extrato comercial de TH em dietas extrusadas. Para isso, foram conduzidos dois ensaios experimentais utilizados 8 cães adultos, de ambos os sexos, hígidos, divididos em quatro tratamentos e três períodos experimentais. O primeiro ensaio avaliou a digestibilidade das dietas e as características fecais (MS, escore, pH, produção de fezes) e urinários (MS, EB, PB, pH). Os tratamentos foram compostos por quatro dietas isonutritivas, como segue: dieta controle a base de arroz; dieta contento 26% de arroz e 25% sorgo; dieta a base de arroz e adição de 0,10% de TH e dieta contendo 26% de arroz e 25% sorgo e adição de 0,10% de TH. O segundo ensaio avaliou a glicemia pós-prandial de cães utilizando as mesmas dietas acima. Os dados de ambos ensaios foram submetidos à análise de variância e as médias foram comparadas pelo teste de Tukey (P < 0,05). Os resultados do primeiro experimento indicaram que o consumo da dieta contendo 26% de arroz e 25% sorgo foi menor que as demais dietas (P < 0,05). Houve influência negativa do acréscimo de sorgo na digestibilidade da MS, MO, PB, FB, ED e na EM (P < 0,05), sendo os menores valores correspondentes à dieta com 26% de arroz e 25% sorgo e 0,10% de TH. Porém, o TH incluído na dieta a base de arroz não apresentou esse efeito. Os cães que consumiram as dietas contendo sorgo apresentaram maior produção de fezes sem alteração do escore fecal (P > 0,05). A maior MS fecal resultou do consumo da dieta arroz e TH, e o TH parece reduzir o conteúdo de água das fezes. O sorgo e o TH não influenciaram os características urinários analisados (P > 0,05). Observou-se o escurecimento das dietas, da urina e das fezes dos cães. No segundo experimento, o sorgo e a inclusão de TH não afetaram a resposta glicêmica pós-prandial (P > 0,05) medida a partir da área abaixo da curva. A utilização do sorgo como fonte de carboidrato em dietas para cães é uma opção viável, especialmente em dietas de baixa EM. A utilização de TH ainda necessita maiores investigações.
Abstract Sorghum has nutritional similarity with rice and could be used as an ingredient in diets for dogs as well. However, sorghum presents condensed tannins in its composition. Tannins are phenolic plant secondary compounds of high molecular weights having the ability to complex strongly with carbohydrates and proteins, reducing food intake, nutrients digestibility, and may lower the blood glucose levels. They are usually divided into hydrolyzable (HT) and condensed tannins (CT). The aim of this study was to evaluate the partial replacement of rice for sorghum with CT and the inclusion of commercial extract of HT in dry extruded diet for dogs. Two experiments were conducted with eight dogs, in four treatment and three periods. The first trial evaluated diets total tract apparent digestibility, fecal and urinary characteristics. The treatments were four isonutritive diets: control diet with rice; diet with 26% rice and 25% sorghum; diet with rice plus 0,10% HT; diet with 26% rice and 25% sorghum plus 0,10% HT. The second experiment evaluated the dog postprandial blood glucose response. Data was analyzed using ANOVA procedure by SAS and means were compared using Tukey test (P < 0,05). The experiment 1 indicated that the consumption of the diet with 26% rice and 25% sorghum was lower than the other diets (P < 0,05). There was a negative effect of sorghum on the digestibility of DM, OM, CP, CF, DE and ME (P < 0,05), with lowest values corresponding to the diet with 26% rice and 25% sorghum plus 0,10% HT. However, HT did not affect the digestibility. The sorghum diets presented greater feces production without alteration on the fecal score (P > 0,05), but fecal DM was higher for dogs fed diet rice plus 0,10% HT and HT seems to decrease water content in the feces. Sorghum and HT did not affect urinary characteristics (P > 0,05) but darkening on the diets, urine and feces were observed. In experiment 2, sorghum an HT did not affect the postprandial blood glucose response measured by the area under the curve (P > 0,05). The sorghum may be considered a viable source of carbohydrates especially in diets with low ME. The use of HT in dog nutrition needs further investigations.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/128111
Arquivos Descrição Formato
000975939.pdf (1.158Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.