Repositório Digital

A- A A+

Avaliação das cinases de adesão focal (FAKS) em diferentes zonas no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço e sua relação com TNM, graduação histopatológica e evolução

.

Avaliação das cinases de adesão focal (FAKS) em diferentes zonas no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço e sua relação com TNM, graduação histopatológica e evolução

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação das cinases de adesão focal (FAKS) em diferentes zonas no carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço e sua relação com TNM, graduação histopatológica e evolução
Outro título Evaluation of focal adhesion kinase (FAKs) in different areas in oral squamous cell carcinoma of the head and neck and its relationship with TNM, histopathological grading and evolution
Autor Flores, Anacláudia Pereira Costa
Orientador Sant'Ana Filho, Manoel
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Carcinoma de células escamosas
Neoplasias de cabeça e pescoço
[en] Cell adhesion
[en] Cell adhesion molecules
[en] Cell migration assays
[en] FAK
[en] Neoplasm metastasis
Resumo O carcinoma espinocelular (CEC) de cabeça e pescoço é uma neoplasia maligna que implica em baixas taxas de sobrevida e prognóstico desfavorável. A perda de adesão do epitélio e a migração celular são processos biológicos envolvidos na carcinogênese. O objetivo desse estudo foi descrever o padrão de expressão da molécula cinase de adesão focal (FAK) e suas formas fosforiladas, FAK-Tyr576 e FAK-Tyr925, em amostras de CEC no centro do tumor (CT) e zona de invasão (ZI) e no tecido epitelial não neoplásico adjacente a estes tumores (EA). De acordo com a graduação histopatológica, 48,1% do total das amostras de CEC são de grau moderado. Segundo o sistema pTNM, 62,9% eram T1 e T2, 64,8% não apresentaram metástase regional e não houve metástase à distância. O tempo máximo de acompanhamento foi de 5,9 anos e obteve-se a proservação final de 46 dos 54 pacientes, onde foi observado que 58,1% apresentaram boa evolução e 41,9% exibiram evolução ruim. A média em anos para que os pacientes obtivessem o status de evolução ruim foi de 5,01. Quanto ao estadiamento clínico, houve maior imunomarcação no estádio IVa quando comparado ao estádio II no EA da FAK Tyr-576 e ocorreu maior expressão no estádio IVb quando comparado ao estádio I no CT da FAK Tyr-576. Os pacientes que apresentaram evolução ruim após o período máximo de acompanhamento tiveram alta expressão no EA e na ZI da FAK Tyr-576 e no CT da FAK Tyr-925. Na ZI, o aumento de expressão da FAK está associado ao aumento da expressão da FAK Tyr-576. À medida que há aumento da expressão no EA há aumento da expressão na ZI na FAK Tyr-576. E quando há aumento da expressão no EA há aumento da marcação na ZI na FAK Tyr-925. Apesar do papel de todas as FAKs fosforiladas não estar claro, mas sabendo-se que são essas FAKs que estão ativas no câncer, a partir dos dados do presente trabalho pode-se sugerir que a avaliação da marcação FAK Tyr -576 no EA, no CT e na ZI venha a fazer parte da rotina no diagnóstico histopatológico e das margens da peça operatória, como norteadores da conduta terapêutica e do protocolo de acompanhamento.
Abstract Squamous cell carcinoma (SCC) of the head and neck is a malignant neoplasm that implies low rates of survival and poor prognosis. The loss of adhesion and cell migration are biological processes involved in carcinogenesis. The aim of this study was to describe the pattern of expression of focal adhesion kinase molecule (FAK) and its phosphorylated forms, FAK-Tyr576, FAK-Tyr925, in SCC samples in the center of the tumor (CT) and invasion zone (ZI) and non-neoplastic epithelial tissue adjacent to these tumors (EA). According to histopathological grading, 48,1% of SCC samples are moderate. According to the system pTNM, 62,9% were T1 and T2, 64.8%, had no regional metastasis and no distant metastasis. The maximum time of follow up was 5,9 years and was obtained as the final proservation 46 of 54 patients, where it was observed that 58,1% of patients had good prognosis and 41,9% of patients had poor prognosis. The average years for patients to obtain the poor prognosis of status was 5.01. As for clinical staging, there was greater immunostaining in the stadium IVa compared to stage II in EA Tyr-576. And FAK expression was higher in stage IVb when compared to CT in stage I of FAK Tyr-576. Patients with poor prognosis after the maximum follow-up period had high expression in EA and ZI of FAK Tyr-576 and CT of FAK Tyr-925. In ZI, increased expression of FAK is associated with increased FAK Tyr-576 expression. As there is increased expression in EA's increased expression in ZI in FAK Tyr-576. And when there is increased expression in EA's increased marking the ZI in FAK Tyr-925. Despite the role of all phosphorylated FAKs not clear, but given that these are FAKs that are active in cancer, from the present data it can be suggested that the evaluation of expression of FAK Tyr 576 in EA, CT and ZI will be part of the routine histopathological diagnosis and surgical specimen margins, as guiding the therapeutic management and monitoring protocol.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/128188
Arquivos Descrição Formato
000972890.pdf (309.5Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.