Repositório Digital

A- A A+

Caracterização de bactérias mesófilas presentes em processo de compostagem

.

Caracterização de bactérias mesófilas presentes em processo de compostagem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização de bactérias mesófilas presentes em processo de compostagem
Outro título Characterization of mesofilic bacteria in the composting process
Autor Symanski, Caroline Seitenfus
Orientador Van der Sand, Sueli Terezinha
Data 2005
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola e do Ambiente.
Assunto Bacteria
Compostagem : Microrganismo
Resumo O estudo das populações microbianas presentes em uma leira de compostagem pode gerar valiosas informações que contribuam para o aprimoramento da técnica de compostagem. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência da compostagem, como tratamento de resíduos, através da identificação da sucessão bacteriana (bactérias mesófilas aeróbias e anaeróbias facultativas) e da sobrevivência de bactérias potencialmente patogênicas ao longo do processo, além de avaliar a resistência destas populações a antimicrobianos e metais pesados. Amostras do material sendo compostado foram utilizadas para a quantificação de heterotróficos, determinação de coliformes totais e fecais e semeadura em diferentes meios de cultura para identificação bacteriana. Um total de 500 colônias bacterianas foram isoladas e identificadas através de provas bioquímicas. Cada bactéria identificada foi analisada quanto ao seu perfil de resistência a antimicrobianos e metais pesados. O número de heterotróficos oscilou entre 1,3 X 105 e 2,5 X 107 UFC/g e o número de coliformes totais e fecais, variou entre 8,0 X 105 a 2,0 X 104 e 3,5 X 105 a 1,0 X 104 UFC/g, respectivamente. Entre as 500 colônias isoladas foram identificados 17 diferentes gêneros e, entre eles, 36 espécies. Os gêneros bacterianos que apresentaram um maior número de isolados foram Enterobacter (15%), Escherichia (14,2%), Bacillus (13,4%) e Pseudomonas (9,6%). Entre os isolados, 133 apresentaram resistência a 11 antimicrobianos, apresentando maior incidência de resistência a cloranfenicol (51,1%), ampicilina (45%) e tetraciclina (34,6%). Os gêneros que apresentaram maior resistência de incidência a antimicrobianos foram Enterobacter (19,5%), Bacillus (15,8%), Escherichia (15,8%) e Aeromonas (12%). O metal pesado no qual os gêneros apresentaram maior tolerância foi o cromo, e a menor, o mercúrio. O gênero que apresentou maior tolerância aos metais foi Pseudomonas, e a menor, os gêneros Corynebacterium e Staphylococcus.
Abstract The knowledge of the microbiological process in composting pile could produce very important information and so help to improve the tecnique. The present study was designed to assess the efficiency of composting as a strategy to treat municipal solid waste by investigating the survival of potentially pathogenic bacterial species throughout the process and also to determine the antimicrobial and heavy metal resistance of the population. Samples from the material that was composting were used for the heterotrophic bacteria quantification, total and faecal coliforms determination and bacteria identification. The total of 500 bacteries were identified and each of them were analized for their antimicrobial and heavy metal tolerance profile. The counts of heterotrophic microorganisms ranged between 1,3 X 105 and 2,5 X 107 UFC/g and the total and faecal coliforms counts ranged between 8,0 X 105 and 2,0 X 104 and 3,5 X 105 and 1,0 X 104 UFC/g, respectively. Among of the 500 characterized bacteria, 17 different genera and 36 different species were identified. The prevailing genera were Enterobacter (15%), Escherichia (14,2%), Bacillus (13,4%) e Pseudomonas (9,6%). Among all the isolates identified 133 presented resistance angainst 11 antimicrobial showing the higher incidence of resistence to chloranphenicol (51,1%), ampicilin (45%) and tetracycline (34,6%). The genus that presented higher frequency of resistence were Enterobacter (19,5%), Bacillus (15,8%), Escherichia (15,8%) and Aeromonas (12%). The heavy metal that genuses thowed the higher tolerance was chromium and the lowest was mercury. The genus that presented the higher tolerance to the metals was Pseudomonas and the lower tolerance were the Corynebacterium and Staphylococcus genus.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12872
Arquivos Descrição Formato
000635332.pdf (503.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.