Repositório Digital

A- A A+

Análise de viabilidade econômica da irrigação em face de cenários econômicos : aplicação ao feijão irrigado no RS

.

Análise de viabilidade econômica da irrigação em face de cenários econômicos : aplicação ao feijão irrigado no RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise de viabilidade econômica da irrigação em face de cenários econômicos : aplicação ao feijão irrigado no RS
Outro título Economic feasibility of irrigation analysis into economics sceneries : beans Irrigation applications for RS
Autor Jobim, Carmen Ilse Pinheiro
Orientador Lanna, Antônio Eduardo Leão
Co-orientador Louzada, José Antônio Saldanha
Mattuella, Juvir Luiz
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Pesquisas Hidráulicas. Programa de Pós-Graduação em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental.
Assunto Análise econômica
Feijao : Irrigacao
Resumo Baixas produtividades e grandes oscilações de produção da lavoura do feijoeiro são atribuídas à sua pouca tolerância aos déficits hídricos de primavera–verão, época de maior exigência hídrica da cultura. A irrigação suplementar é um eficiente método para a obtenção e manutenção de altos rendimentos. O sistema de irrigação por pivô central é empregado em lavouras empresariais de feijão do Planalto Médio, região que responde por 30 % da produção total de grãos de feijão do Estado. O objetivo deste trabalho foi avaliar a produção de feijão sob irrigação suplementar, visando quantificar a demanda de água, o rendimento relativo de grãos ocorridos nas safras e safrinhas de 1985 a 2004 e avaliar economicamente o sistema de irrigação por pivô central, analisando a viabilidade da cultura do feijão irrigada sob várias condições econômicas numa propriedade do Planalto Médio do Rio Grande do Sul. Os resultados obtidos, nas condições de execução do estudo, indicam que a irrigação suplementar do feijão foi necessária em todos os anos do período avaliado, em volumes médios que variaram de 140 a 300 mm/ano, na safra, e de 130 a 270 mm/ano, na safrinha. As deficiências hídricas provocam perdas no rendimento de feijão que podem chegar a 39 % da produção anual de grãos. A produção de feijão irrigado mostrou-se uma atividade economicamente viável, gerando uma renda líquida média de R$ 1.534,30 ha-1 ano-1, demonstrando que o investimento em irrigação pode ser altamente atrativo, com VPL = R$1793,93ha-1 , TIR = 11,88% e B /C = 1,36. Pelo perfil de risco dos cenários avaliados considerando a probabilidade de ocorrência das Taxas Internas de Retorno simuladas, a variação na vida útil do equipamento de irrigação e a variação tarifária da energia elétrica pela reclassificação da unidade consumidora não acarretam risco de inviabilizar a irrigação da lavoura do feijão. No caso da regulamentação da cobrança pelo uso da água, as tarifas de consumo da água de R$ 0,02 e de R$ 0,04 acarretam um risco de inviabilizar economicamente a irrigação do feijão em 4,09 % e de inviabilizar em 100 %, respectivamente; a variação dos preços recebidos pelo produtor acarreta um risco de inviabilidade de 1,1 % e a variação no rendimento de grãos obtidos com a irrigação um risco de 30,85 % de inviabilizar a prática da irrigação da lavoura do feijão.
Abstract Low productivity and large production oscillations of bean crops are attributed to its high sensibility to water deficits during spring-summer seasons, usually the period of higher hydric consumption. The supplemental irrigation is an efficient strategy to achieve and sustain the high yields. It has been performed in beans cropped area of the Planalto Medio, using the central-pivot system and being responsible for 30% of the local beans crop yield. The purpose of this work was to evaluate the beans yields on supplemental irrigation, quantifying the water demand, the relative grain yields at “safra” and “safrinha” season during the period 1985- 2004 and to estimate the economic viability of the central-pivot irrigation system on variable economic conditions for a Planalto Medio farm in the State of Rio Grande do Sul. Under the specific conditions used in this study, the results allow to conclude that supplemental irrigation was required at all years of the evaluation period, in variable average irrigation depth from 140 to 300 mm/year, at “safra” season, and from 130 to 270 mm/year, at “safrinha” season. The water deficits cause up to 39% in losses to the annual crop yields. But irrigated beans has proven to be an economically viable activity, generating a net income of R$ 1.534,30 ha-1 year-1 and demonstrating that the investment in irrigation can be highly attractive, with VPL = R$1793,93ha-1 , TIR = 11,88% and B /C = 1,36 . By the select sceneries risk profile get by the probability distribution of the Internal Rate of Return occurrence, the fluctuation of the irrigation equipment useful life and the alteration on electric energy duties of the consumer unit didn’t generate risk to the economical viability of beans irrigation; the regulation of the water use encashment for water duty consum at R$ 0,02 get a economic viability risk for 4,09 % and water duty at R$ 0,04 cames the project 100 % no viable. The changes in product prices get a no viable risk for 1,1 % and the variation on irrigation grain yields give a 30,85 % risk at the infeasibility of the beans irrigation practice.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/12885
Arquivos Descrição Formato
000615795.pdf (3.087Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.