Repositório Digital

A- A A+

Morfologia comparada, descrição de novos táxons e filogenia de um gênero de Pentatomidae (Hemiptera: Heteroptera)

.

Morfologia comparada, descrição de novos táxons e filogenia de um gênero de Pentatomidae (Hemiptera: Heteroptera)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Morfologia comparada, descrição de novos táxons e filogenia de um gênero de Pentatomidae (Hemiptera: Heteroptera)
Autor Barão, Kim Ribeiro
Orientador Grazia, Jocelia
Co-orientador Ferrari, Augusto
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Filogenia
Morfologia animal
Pentatomidae
Taxonomia animal
Resumo Pentatomidae tem sido extensivamente estudada taxonomicamente, com espécies novas e táxons supragenéricos ainda sendo descritos, porém tanto as suas relações filogenéticas quanto a classificação supra-genérica permanecem em discussão. Este trabalho aborda comentários sobre análises filogenéticas realizadas na família, morfologia comparada como subsídio para análises filogenéticas, descrição de espécies novas e análise filogenética de Dichelops. Ressaltamos a necessidade da descrição e ilustração claras de caracteres, amostragem ampla de grupos externos, codificação de exemplares ao invés do uso de groundplan, da avaliação e consideração de dados faltantes e do emprego claro de métodos filogenéticos, concluindo que análises filogenéticas em Pentatomidae deveriam, preferencialmente, incluir grupos externos mais representativos, a fim de melhor testar as hipóteses de monofilia. Estudando comparativamente a morfologia de algumas estruturas da tíbia das pernas anteriores de Pentatomidae, Scutelleridae e Thyreocoridae, concluimos que a estrutura pré-tarsal em Pentatomidae é pouco variável e que não permite a identificação de grupos taxonômicos, à exceção de Phyllocephalinae que apresenta pulvilos distintos; que algumas características pré-tarsais permitem diferenciar o pré-tarso de Thyrecoridae do prétarso das outras duas famílias; que o número de cerdas que compõem o aparato tibial varia consideravelmente dentro de Pentatomidae, possuindo um padrão por subfamílias, e entre subfamílias. Sugerimos que o número de cerdas do aparato tibial e o número de projeções espatulares do pente tibial sejam usadas e exploradas como caracteres contínuos em análises filogenéticas em níves supra-genéricos. Uma nova espécie de Dichelops (Diceraeus) e o macho de Dichelops (Prodichelops) divisus são descritos. As relações filogenéticas de Dichelops, incluindo 44 espécies de grupo externo, foram estudadas por parcimônia utilizando-se dados morfológicos e discretos. Dichelops foi sempre recuperado parafilético. Decisões taxonômicas são tomadas e discussão sobre metodologia cladística e tratamento de caracteres contínuos são fornecidos.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/128929
Arquivos Descrição Formato
000971638.pdf (9.731Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.