Repositório Digital

A- A A+

Diferenciações e integrações : o conhecimento novo na composição musical infantil

.

Diferenciações e integrações : o conhecimento novo na composição musical infantil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Diferenciações e integrações : o conhecimento novo na composição musical infantil
Autor Maffioletti, Leda de Albuquerque
Orientador Beyer, Esther Sulzbacher Wondracek
Co-orientador Becker, Fernando
Data 2005
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Composição musical
Epistemologia genética
Música : Ensino
[en] Genetic Epistemology
[en] Learning
[en] Musical Composition
Resumo A presente pesquisa investiga a formação do conhecimento novo na Composição Musical Infantil, vinculando os avanços na área da música aos processos de abstração reflexionante. O trabalho apóia-se teoricamente na Epistemologia Genética de Jean Piaget e emprega o método clínico como metodologia de pesquisa. A análise das composições segue os fundamentos psicológicos da semântica musical de Michael Imberty. Os dados empíricos são constituídos por 76 composições musicais elaboradas por 70 sujeitos de 6 a 12 anos, alunos de uma escola da rede particular de ensino de Porto Alegre. Os dados foram coletados no período de um semestre letivo e encontram-se registrados em videoclipes. A pesquisa compreende explorações, construções e reconstruções das idéias musicais como uma “composição em tempo real”. Os resultados mostram que o desenvolvimento da composição caracteriza-se pela construção gradativa de uma visão de conjunto. Esta é propiciada pela formação de interdependências e conexões que modificam os modos de produzir o conhecimento, permitindo novas articulações na macroestrutura da composição. O desenvolvimento da composição musical implica aprendizagens que fundamentam as trocas simbólicas na área da música.
Abstract This study investigates the formation of knew knowledge in Child Musical Composition, linking advancements in the field to the process of reflective abstraction. The work is theoretically based on Jean Piaget’s Genetic Epistemology and employs the clinical method as its research methodology. The analysis of compositions follows the psychological fundaments of Michael Imberty’s musical semantics. Empirical data include 76 musical compositions by 70 subjects of 6 to 12 years of age – all students of a private school in the city of Porto Alegre, Brazil. Data were collected during one school semester and registered as videoclips. The study includes explorations, constructions and re-constructions of musical ideas as a “real-time composition”. Results demonstrate that the development of compositions is characterized by gradual construction of a whole view. Such view is allowed by the formation of interdependence and connections that change the ways to produce knowledge, thus allowing new articulations within the composition’s macro-structure. The development of musical composition implies forms of learning that underpin symbolic exchanges in music.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/12894
Arquivos Descrição Formato
000469219.pdf (1.268Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.