Repositório Digital

A- A A+

Selamento de lesões cariosas proximais em molares decíduos com infiltrante resinoso : estudo clínico controlado de boca dividida

.

Selamento de lesões cariosas proximais em molares decíduos com infiltrante resinoso : estudo clínico controlado de boca dividida

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Selamento de lesões cariosas proximais em molares decíduos com infiltrante resinoso : estudo clínico controlado de boca dividida
Autor Sarti, Caroline Simão
Orientador Rodrigues, Jonas de Almeida
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Carie dentaria
Dentes : Deciduos
Selantes de fissuras
[en] Dental caries
[en] Icon
[en] Primary teeth
[en] Resin infiltrant
Resumo O objetivo deste estudo clínico controlado de boca dividida foi avaliar longitudinalmente a progressão radiográfica de lesões de cárie em superfícies proximais de molares decíduos após o selamento com infiltrante resinoso em crianças de 3 a 8 anos. Foram incluídos neste estudo 16 pacientes que possuíam no mínimo duas lesões em superfície proximal de molares decíduos, com imagem radiográfica até o terço externo de dentina. As lesões foram alocadas de forma aleatória em dois grupos: teste (infiltrante resinoso) e controle (sem infiltrante). Os pacientes foram avaliados clinicamente quanto a presença de placa visível (IPV), sangramento gengival (ISG) e exame visual de cárie. Radiografias digitais interproximais foram realizadas em todos os pacientes, de ambas as lesões. Todos os pacientes receberam tratamento para a atividade de cárie que consistiu em aconselhamento dietético, instrução de higiene bucal incluindo fio dental e quatro aplicações tópicas de flúor. Ao final de 3 meses de acompanhamento os exames foram repetidos e as radiografias digitais foram comparadas utilizando a imagem original e dois filtros de tratamento de imagem a fim de observar presença ou ausência de progressão radiográfica das lesões dos grupos teste e controle. Em um total de 16 pacientes (64 radiografias digitais usando cada filtro) não foi observada diferença estatisticamente significante entre os grupos teste e controle (teste McNemar, p=1,00), apesar de ter sido observada uma tendência de progressão das lesões em ambos os grupos. Diferenças significativas (teste Wilcoxon, p=0,01) foram observadas entre IPV inicial (30,5 ±22,0) e final (14,0 ± 7,5) e entre ISG inicial (13,5 ±18,5) e final (2,8 ± 3,4). Não foi observada relação significante entre IPV, ISG e risco à carie com a progressão radiográfica das lesões (Teste Mann Whitney, p>0,05). Este estudo mostrou que não houve diferença significante na progressão de lesões de cárie em superfícies proximais seladas com infiltrante resinoso comparadas com tratamento placebo no período de tempo avaliado.
Abstract The prevalence of proximal caries lesions in primary molars is high in many countries. This split-mouth placebo-controlled randomized clinical trial aimed to assess the progression of early proximal caries lesions on primary molars after resin infiltration. Sixteen children aged 3 to 8 years old took part of this study. Participants had to have at least two proximal lesions radiographically extending to enamel or outer dentine. Visual examination was performed after tooth separation. Digital bitewing radiographs were taken, visual plaque (VPI) and gingival bleeding indexes (GBI) were recorded and visual examination of caries was performed (baseline assessments). Proximal lesions were randomly allocated to two groups: resin infiltration (test) and no infiltration (control). All patients received 4-week topical fluoride application, dietary counseling, toothbrushing and flossing instructions. After a 3 months follow-up period, baseline assessments of all patients were repeated and digital radiographs were taken. Original digital images and enhanced images, using two different filters, were compared aiming the observation of lesion progression in both test and control groups. Evaluation of digital radiographs of the 16 children (64 digital images for each filter) showed no statistical significant differences (McNemar test, p=1,00) when test and control groups were compared. However, a tendency of lesion progression could be observed in both groups. Significant differences (Wilcoxon t-test, p=0.01) were observed for VPI between baseline (30.5 ±22.0) and follow-up (14.0 ±7.5) and for GBI at baseline (13.5 ±18.5) and follow-up (2.8 ± 3.4). No significant relation between lesion progression and VPI, GBI and caries experience was observed (Mann Whitney Test, p>0.05). This study showed no significant differences in the progression of resin infiltrated proximal caries lesions compared to the placebo treatment in this follow-up period.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/128949
Arquivos Descrição Formato
000974866.pdf (1.171Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.