Repositório Digital

A- A A+

Construções de significados acerca do adoecimento e morte nas narrativas de crianças com câncer

.

Construções de significados acerca do adoecimento e morte nas narrativas de crianças com câncer

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Construções de significados acerca do adoecimento e morte nas narrativas de crianças com câncer
Outro título Construction of meanings about illness and death in the narratives of children with cancer
Autor Aquino, Ana Maria de
De Conti, Luciane
Pedrosa, Arli
Resumo As narrativas surgem para ordenar a experiência humana alterada pela ruptura no seu estado canônico. Nesse sentido, uma doença como o câncer pode ser considerada uma experiência excepcional, que requer a narrativa para signifi cá-la. Esse estudo investigou a construção de signifi cados acerca do adoecimento e da morte nas narrativas de crianças com câncer em etapas distintas do tratamento. Para tanto, foram realizadas seis sessões de brincadeira com cada participante. A análise dos dados demonstrou que crianças com mais tempo de tratamento tendem a fi nalizar suas narrativas com a morte dos personagens e que crianças com menos tempo de tratamento apresentam narrativas relacionadas ao desconforto físico que o tratamento ocasiona e aos impedimentos que a doença acarreta em suas vidas. Esses resultados apontam para a necessidade de uma maior atenção à forma como as crianças falam do seu adoecimento e da subsequente possibilidade de morte no decorrer do tratamento oncológico, a fi m de que possamos atentar para a diversidade dos momentos de tratamento, compreendendo que esses confi guram diferentes relações subjetivas da criança para com sua doença e a morte. Palavras-chave: Crianças com câncer, adoecimento, morte, construção de signifi cados, narrativa.
Abstract Narratives come out to arrange the human experience altered by the disruption in its canonical status. In this sense, a disease like cancer can be considered an exceptional experience that requires the narrative to mean it. This study investigated the construction of meanings about the disease and death in the narratives of children with cancer in different stages of treatment. Thus, six sessions of play were performed with each child. Data analysis showed that children in longer treatment tend to conclude their narratives with the death of the characters and the children under shorter treatment time present narratives related both to physical discomfort to which the treatment leads to and impairments that the disease cause in their lives. The results indicate the need for greater attention on how children talk about the disease and the subsequent possibility of death during the course of cancer treatment, so that we can be aware of the diversity of treatment moments, understanding that they confi gure different subjective relationships about children’s health problem and death.
Contido em Psicologia : reflexão e crítica. Porto Alegre. Vol. 27, n. 3 (2014), p. 599-606.
Assunto Câncer
Criança
Morte
Narrativa
[en] Children with cancer
[en] Construction of meaning
[en] Death
[en] Disease
[en] Narrative
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/129001
Arquivos Descrição Formato
000971738.pdf (468.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.