Repositório Digital

A- A A+

Perfil químico dos óleos essenciais de citrus aurantium lineu e citrus sinensis (L.) Osbeck e avaliação psicofarmacológica da ação ansiolítica

.

Perfil químico dos óleos essenciais de citrus aurantium lineu e citrus sinensis (L.) Osbeck e avaliação psicofarmacológica da ação ansiolítica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil químico dos óleos essenciais de citrus aurantium lineu e citrus sinensis (L.) Osbeck e avaliação psicofarmacológica da ação ansiolítica
Autor Wolffenbuttel, Adriana Nunes
Orientador Limberger, Renata Pereira
Co-orientador Leal, Mirna Bainy
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas.
Assunto Ansiolíticos
Citrus aurantium
Citrus sinensis
Oleos essenciais
Psicofarmacologia
[en] Anxiety
[en] Citrus aurantium
[en] Citrus sinensis
[en] Corticosterone
[en] Essential oil
[en] Limonene
[en] Linalool
[en] Linalyl acetate
[en] Melatonin
[en] Stress
Resumo Este estudo pesquisou a composição química dos óleos essenciais (OE) do pericarpo (casca dos frutos) e folhas de Citrus aurantium Lineu (laranja amarga) e Citrus sinensis (L.) Osbeck (laranja doce) visando correlacionar seus constituintes com a avaliação psicofarmacológica da ação ansiolítica, através da inalação durante 30 minutos destes OE por camundongos. Os OE foram obtidos por destilação de arraste de vapor, hidrodestilação e prensagem a frio de cítricos coletados nas regiões sul e centro-sul do Brasil, tanto de extrações em laboratório como de marcas comerciais, onde constatamos a semelhança química entre seus constituintes, com importância comercial e farmacológica. Os OE provenientes do pericarpo possuem o limoneno como componente majoritário (67,7-82,5%) e os OE provenientes das folhas possuem o acetato de linalila (28,0-51,8%) e o linalol (14,2-24,8%) como componentes majoritários. O isomero (R)-(+)-limoneno é ee em todos os OE analisados. O isomero (R)-(-)-linalol é ee nos OE C. aurantium, e que o (S)-(+)-linalol é ee nos OE C. sinesis. Após a inalação, os camundongos foram submetidos a ensaios comportamentais. O OE de C. sinensis demonstrou provocar comportamento indicativo de redução da ansiedade através do teste claro-escuro e diminuição da sua atividade locomotora no teste de atividade locomotora, indicando um efeito depressor do SNC. Demonstramos que os OE inalados foram absorvidos pelo organismo dos camundongos através da detectação dos componentes dos OE, dentre eles o limoneno e o linalol no plasma dos camundongos. Quantificamos os hormônios relacionados com os estados emocionais de ansiedade e estresse, Melatonina (MEL) e Corticosterona (CORT), onde constatamos que os OE inalados não atuam no sistema que envolve a síntese da MEL, bem como no eixo hipotálamo-hipófise-adrenal da CORT. Comprovamos que o protocolo aplicado aos camundongos e o ensaio de suspensão pela cauda não são eventos estressantes, pois o hormônio CORT manteve-se nos valores basais.
Abstract This study investigated the chemical composition of essential oils (EO) of the pericarp of the fruit and leaves of Citrus aurantium Linneu (bitter orange) and Citrus sinensis (L.) Osbeck (sweet orange) in order to correlate their constituents with psychopharmacological evaluation the anxiolytic action through inhalation for 30 minutes these EO for mice. EO were obtained by steam distillation, hydrodistillation and cold pressing of Citrus collected in southern and south-central regions of Brazil, both in laboratory extractions as trademarks, which found the chemical similarity among their constituents, with important commercial and pharmacology. OE from pericarp have limonene as a major component (67.7 to 82.5%) and EO from the leaves have linalyl acetate (28.0 to 51.8%) and linalool (14.2 to 24.8%) as major components. The (R)-(+)-Limonene is ee in all OE analyzed. The (R)-(-)-linalool is ee in the OE C. aurantium, and (S)-(+)-linalool is ee in the OE C. sinensis. After inhalation, the mice were subjected to behavioral testing. The EO of C. sinensis showed cause behavior indicative of anxiety reduction through the light-dark test and decreased their locomotor activity in the locomotor activity test, indicating a CNS depressant effect. We have demonstrated that inhaled EO were absorbed by the body of the mice over the detections components of EO, including limonene and linalool, in the plasma of mice. We quantify the hormones related to emotional states of anxiety and stress, melatonin (MEL) and corticosterone (CORT), which found that inhaled OE do not work in the system involving the synthesis of MEL, as well as in the hypothalamic-pituitary-adrenal axis of CORT. We prove that the protocol applied to mice and the tail suspension test are not stressful events because the hormone CORT remained at basal values.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/129059
Arquivos Descrição Formato
000969409.pdf (6.721Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.