Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento intestinal de bezerros recém-nascidos aleitados com colostro de vacas tratadas com rbST.

.

Desenvolvimento intestinal de bezerros recém-nascidos aleitados com colostro de vacas tratadas com rbST.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento intestinal de bezerros recém-nascidos aleitados com colostro de vacas tratadas com rbST.
Autor Bagaldo, Adriana Regina
Pauletti, Patrícia
Delgado, Eduardo Francisquine
Lanna, Dante Pazzanese Duarte
Kindlein, Líris
Machado Neto, Raul
Resumo Com o objetivo de avaliar o efeito de diferentes níveis de IGF-I sobre os indicadores de atividade celular hepática e intestinal em bezerros recém-nascidos, 42 vacas holandesas gestantes foram aleatoriamente distribuídas em dois grupos. O grupo rbST recebeu hormônio de crescimento (500 mg rbST) e o grupo controle recebeu injeção de vitamina E. As aplicações se iniciaram aos 35 dias pré-parto e foram repetidas a cada 14 dias até o parto. Os recém-nascidos foram distribuídos aleatoriamente nas seguintes idades de abate: após o nascimento e sem a ingestão de colostro; e 2 e 7 dias de vida com ingestão de colostro das respectivas mães. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em estrutura fatorial 2 x 3, correspondendo aos grupos das mães e às idades dos bezerros. Amostras do fígado, do jejuno e do íleo foram coletadas. Os bezerros do grupo rbST apresentaram, no jejuno, menores níveis de DNA e proteína aos 7 dias de vida, enquanto a concentração de proteína nesse grupo aumentou aos 2 dias de vida. Esse efeito também foi observado na relação proteína/RNA. No grupo controle, o aumento de proteína foi verificado no 7o dia. Os indicadores de atividade celular analisados sugerem que o IGF-I adicional no colostro de vacas tratadas com rbST teve participação na maturação celular intestinal dos bezerros, sendo determinante no comportamento da primeira geração de enterócitos.
Abstract With the objective of evaluating different levels of IGF-I on the hepatical and intestinal indicators of cellular activity in newborn calves, 42 pregnant Holstein cows were randomly assigned to two groups: a) control: injection of vitamin E or b) rbST: injection of growth hormone (rbST). Injections started 35 days pre-partum and were repeated every 14 days until parturition. Newborn calves were randomly assigned to a 2 x 3 factorial arrangement of treatments (two mother groups and three different ages). After slaughter, samples from liver, jejunum and ileum were collected. Calves from rbST group showed lower levels of DNA and protein in jejunum at seven days of age, while protein concentration increased at two days of age. Similar response was observed for the ratio of protein/RNA in jejunum. In the control group, the increase in protein concentration was observed in the seventh day of age. The indicators of cellular activity measured in this trial suggested that greater IGF-I concentration in colostrum of rbST treated cows promoted intestinal cellular maturation by affecting behavior of first generation enterocytes.
Contido em Revista brasileira de zootecnia= Brazilian journal of animal science. Viçosa, MG. Vol. 36, n. 4 (2007), p. 839-846
Assunto Atividade celular
Bezerro
IGF-1
Nutricao animal
Somatropina
[en] calf
[en] cellular activity
[en] IGF-I
[en] intestinal tract
[en] somatotropin
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/129201
Arquivos Descrição Formato
000643375.pdf (64.95Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.