Repositório Digital

A- A A+

Relação entre medidas ultra-sônicas e espessura de gordura subcutânea ou área de olho de lombo na carcaça em bovinos de corte

.

Relação entre medidas ultra-sônicas e espessura de gordura subcutânea ou área de olho de lombo na carcaça em bovinos de corte

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Relação entre medidas ultra-sônicas e espessura de gordura subcutânea ou área de olho de lombo na carcaça em bovinos de corte
Autor Tarouco, Jaime Urdapilleta
Lobato, Jose Fernando Piva
Tarouco, Adriana Kroef
Massia, Glauco Ivanhoé dos Santos
Resumo Foram utilizados 162 animais, avaliados em dois anos para determinar a exatidão do ultra-som em estimar a espessura de gordura subcutânea (EGSC) e a área do músculo Longissimus (AOLC) no sítio anatômico entre a 12ª e 13ª costelas. Dentro de 24 horas antes do abate, foram mensuradas por ultra-som a espessura de gordura subcutânea (EGSUS) e a área de músculo Longissimus (AOLUS). Os coeficientes de correlação simples entre as características medidas por ultra-som e a espessura de gordura subcutânea e área do músculo Longissimus da carcaça foram de 0,95 e 0,97, respectivamente. Diferenças entre medidas ultra-sônicas e da carcaça foram expressas em base atual (EDIFF e ADIFF) e em base absoluta (EDEV e ADEV) para espessura de gordura e área do músculo Longissimus, respectivamente. As médias da EDIFF e ADIFF indicaram que o ultra-som superestima a EGSC em 0,16 mm e subestima a AOLC em 0,26 cm² considerandose ambos os anos. As médias globais da EDEV e ADEV, que são indicações da taxa média de erro, foram 0,34 mm e 1,28 cm², respectivamente. A análise do efeito do ano revelou que EDIFF foi maior no ano 1 e que ADIFF foi maior no ano 2. A análise da EDIFF indicou que animais com EGSC <2 mm foram superestimados e com EGSC >4 mm serem subestimados pelo ultra-som. Similarmente, houve tendência de animais com AOLC <50 cm² foram superestimados e com áreas >50 cm² foram subestimados por ultra-som. Os erros-padrão de predição ajustados para viés das medidas ultra-sônicas foram de 0,40 mm para espessura de gordura subcutânea e de 1,66 cm² para área do músculo Longissimus. Estes resultados indicam que o ultra-som pode ser um estimador acurado das características de carcaça em bovinos de corte.
Abstract One hundred sixty-two animals were used during a 2-year period to evaluate the accuracy of ultrasound measurements to estimate carcass subcutaneous fat thickness (CFAT) and area of Longissimus muscle located between the 12th and 13th ribs (CLMA). Twenty-four hours before slaughter animals were ultrasonically measured to determine subcutaneous fat thickness (UFAT) and area of Longissimus muscle (ULMA). The correlation coefficients between ultrasound measurements and CFAT and CLMA were 0.95 and 0.97, respectively. Differences between ultrasonic and carcass measurements were expressed in actual (FDIFF and RDIFF) and absolute (FDEV and RDEV) basis. Means of FDIFF and RDIFF in both years indicated that ultrasound overestimated CFAT by 0,16 mm and underestimated CLMA by 0.26 cm². Overall means of FDEV and RDEV were 0,34 mm and 1.28 cm², respectively. Analysis of year effects showed that FDIFF was greater in year 1 while RDIFF was higher in year 2. FDIFF indicated that ultrasound measurements overestimated CFAT in animals with <2 mm CFAT and underestimated CFAT in those with >4 mm CFAT. Similarly, animals with CLMA <50 cm² were overestimated while those with CLMA >50 cm² were underestimated. Standard errors of prediction adjusted for bias of ultrasound measurements were of 0.40 mm for standard error prediction of subcutaneous fat thickness and 1.66 cm2 for standard error prediction of area of Longissimus muscle. These results suggested that ultrasound can be an accurate estimator of carcass traits in beef cattle.
Contido em Revista brasileira de zootecnia= Brazilian journal of animal science. Viçosa, MG. Vol. 34, n. 6 (nov./dez. 2005), p. 2074-2084
Assunto Gado de corte
Reprodução animal
[en] accuracy
[en] body composition
[en] ultrasound
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/129252
Arquivos Descrição Formato
000558705.pdf (257.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.