Repositório Digital

A- A A+

"Mientras volaban correos por los pueblos" : autogoverno e práticas letradas

.

"Mientras volaban correos por los pueblos" : autogoverno e práticas letradas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Mientras volaban correos por los pueblos" : autogoverno e práticas letradas
Autor Neumann, Eduardo Santos
Resumo Em meados do século XVIII foi firmado o Tratado de Madri (1750) entre as duas monarquias ibéricas, procurando definir uma nova fronteira na América meridional. Esse tratado refletiu-se de maneira acentuada entre os índios Guarani aldeados sob a tutela da Companhia de Jesus, deflagrando uma rebelião colonial conhecida na historiografia como Guerra Guaranítica (1754-1756). Esse período foi marcado por uma intensa troca de correspondência entre jesuítas, autoridades peninsulares e os Guarani. A elite letrada das missões, através dos índios principais, externaram seu ponto de vista por escrito, procurando anular ou impedir a execução desse tratado. Os documentos produzidos pelos Guarani sublevados diante da presença das comissões demarcadoras na América meridional, seja na forma de bilhetes, cartas ou avisos, permitem repensar as relações estabelecidas entre esses índios e a escrita, e sinalizam uma discussão pouco referida pela historiografia, ou seja, a existência da defesa por escrito do ponto de vista nativo.
Abstract In the middle XVIIIth century, the “Tratado de Madrid” (1750) took place between Portugal and Spain. Both countries were looking forward to define the new southern Latin America frontier. The Tratado de Madrid had a strongly impact over the indians communities under Jesuits influence, starting colonial rebellion named Guaranitc War (1754-1756). During this period an intense communication by mail between the Spanish authorities, priests and the Guarani was noticed. The “indios principais” - the Missions writing elite - expressed their opinion writing letters in the way to cancel the Tratado de Madrid. The different kinds of documents produced by the insurgent Guaranis letters, notes and messages- let us to rethink the relation between the indians and the writing culture. It also indicates the lack of attention in the historical debate to the native point of view expressed by writing.
Contido em Horizontes antropológicos. Porto Alegre. Vol. 10, n. 22 (jul./dez. 2004), p. 93-119
Assunto Escrita
Guerra guaranítica
Língua indígena
Missões guaranis
[en] Guarani missions
[en] Guaranitic war
[en] Writing indian
[en] Writing practices
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/129272
Arquivos Descrição Formato
000525776.pdf (94.03Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.