Repositório Digital

A- A A+

Etnografia da leitura num grupo de estudos espírita

.

Etnografia da leitura num grupo de estudos espírita

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Etnografia da leitura num grupo de estudos espírita
Autor Lewgoy, Bernardo
Resumo O espiritismo kardecista é uma religião que confere fundamental importância ao estudo de uma literatura própria, entendida como complemento de uma revelação religiosa. Este artigo, realizado a partir de pesquisa etnográfica num tradicional centro espírita de classe média de Porto Alegre, examina e sistematiza alguns modos pelos quais os adeptos espíritas, estruturados em pequenos grupos, relacionam-se com essa tradição escrita.O grupo é fundamental na formação da identidade dos espíritas em dois aspectos: em primeiro lugar por demarcar pertencimentos internos, traduzidos ou não em diferenças de compreensão doutrinária. Em segundo lugar, é uma das instâncias de construção do expositor espírita, que ali aprende a tirar proveito de fórmulas verbais retiradas de um repertório próprio. Inspirado nas discussões sobre oralidade e escrita e na recente proposta de uma etnografia da leitura (Boyarin, 1993) tentarei mostrar que se a fala dos espíritas é construída como uma oralidade sustentada por textos, há também dimensões informais muito importantes a serem consideradas, que contextualizam e atualizam a relação com os textos sagrados nesse grupo.
Abstract Kardecism is a religion which confers great deal of importance to the study of a specific literature, understood as the complement of a religious revelation. This article, based upon an ethnographic research in a traditional middle-class kardecist center in Porto Alegre, examines some ways through which the kardecists, structured in small groups, relate with this literate tradition. The group is fundamental in the spiritualist identity formation for two reasons: it limits the way people belong and identities, converted into differences of doctrine comprehension. Besides, it is one of the instances of construction of the spiritualist presenter, who learns to profit from the reading of texts aiming to place himself as an orator, helped by formulas extracted from a specific repertoire. Inspired by the discussions on orality and literacy and in the recent proposal of an ethonography of reading (Boyarin, 1993) I will try to show that, if the spiritualists’ speech is built as orality supported by texts, there are also very important informal dimensions to be considered which contextualize and update these group’s relation with sacred texts.
Contido em Horizontes antropológicos. Porto Alegre. Vol. 10, n. 22 (jul./dez. 2004), p. 255-282
Assunto Cultura escrita
Espiritismo
Etnografia da leitura
Oralidade
[en] Ethnography of reading
[en] Literacy
[en] Oral communication
[en] Spiritualism
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/129311
Arquivos Descrição Formato
000447756.pdf (89.09Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.