Repositório Digital

A- A A+

Chapeuzinho Amarelo : um novo sentido para uma velha história

.

Chapeuzinho Amarelo : um novo sentido para uma velha história

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Chapeuzinho Amarelo : um novo sentido para uma velha história
Outro título Little Yellow Riding Hood: a new meaning for an old story
Autor Bonotto, Martha Eddy Krummenauer Kling
Resumo Chapeuzinho Amarelo é uma das reescrituras de Chapeuzinho Vermelho em que o diferente irrompe no discurso, produzindo sentidos novos - a polissemia. As tradicionais posições-sujeito do Lobo e de Chapeuzinho sofrem uma reversão total em função da mudança de sentido do medo. São analisadas as posições-sujeito bem como as imagens que as acompanham e que se mantêm no interdiscurso através das reescrituras parafrásticas. O Lobo, ocupando a posição de dominador, com suas características de maldade e agressividade; Chapeuzinho, ocupando a posição de dominada, com suas características de ingenuidade e impotência, sendo o lugar do medo determinante dessas posições. A partir da paródia de Chico Buarque, mostrase a desconstrução dessas imagens, o deslocamento dos sentidos através das pistas que se evidenciam na base lingüística e que fazem surgir a imagem de Chapeuzinho Amarelo, forte e dominadora e do Lobo, fraco e dominado.
Abstract Little Yellow Riding Hood is one of the rewritings of Little Red Riding Hood in which the difference breaks out in the discourse, producing new meanings - polysemy. The traditional subject-positions of the Wolf and Little Riding Hood are totally reversed due to the change in meaning of fear. These subjectpositions are analysed as well as the images that accompany them and that are maintained in the interdiscourse by paraphrastic rewritings. The Wolf, occupying the position of the dominator, with his characteristics of evil and aggressiveness; Little Riding Hood, occupying the position of the dominated, with her characteristics of ingenuousness and impotence, being fear the determiner of these positions. With the parody by Chico Buarque, these images are deconstructed and the meanings are dislocated through linguistic hints that become evident on the linguistic base; these bring forth the new image of Little Yellow Riding Hood, now strong and domineering and of the Wolf, now weak and dominated.
Contido em Em Questão : revista da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da UFRGS. Vol. 9, n.1 (jan./jun. 2003), p. 55-68
Assunto Análise do discurso
Literatura infantil : Crítica e interpretação
[en] Children’s literature
[en] Discourse analysis
[en] Discoursive polysemy
[en] Little red riding hood
[en] Little yellow riding hood
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/129333
Arquivos Descrição Formato
000399604.pdf (250.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.