Repositório Digital

A- A A+

Uso do bagaço de mandioca em substituição ao milho no concentrado para bovinos em cresimento. 2. Digestibilidade aparente, consumo de nutrientes digestíveis, ganho de peso e conversão alimentar

.

Uso do bagaço de mandioca em substituição ao milho no concentrado para bovinos em cresimento. 2. Digestibilidade aparente, consumo de nutrientes digestíveis, ganho de peso e conversão alimentar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso do bagaço de mandioca em substituição ao milho no concentrado para bovinos em cresimento. 2. Digestibilidade aparente, consumo de nutrientes digestíveis, ganho de peso e conversão alimentar
Outro título Replacing Corn by Cassava Bagasse in Concentrate Mix Fed to Growing Cattle. 2. Apparent Digestibility, Digestible Nutrients Intake, Live Weight Gain and Feed:Gain Ratio
Autor Ramos, Paulo Roberto
Prates, Enio Rosa
Fontanelli, Roberto Serena
Barcellos, Julio Otavio Jardim
Bonelli, Itamar Bressan
Langwinski, Diego
Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da substituição do milho pelo bagaço de mandioca no concentrado sobre a digestibilidade aparente, o consumo de nutrientes digestíveis, o ganho de peso diário médio (GPDM) e a conversão alimentar (CA) em bovinos em crescimento. Dezesseis novilhos mestiços machos inteiros foram distribuídos em delineamento em blocos casualizados completos em dois períodos. Quatro tipos de concentrados foram testados, em associação com o fornecimento a vontade de feno de aveia/ azevém (Avena strigosa, L.; Lolium multiflorum, L.) e suplementação média de concentrado de 0,83% PV. Os concentrados fornecidos aos animais diferenciaram-se pelo nível de substituição do milho por bagaço de mandioca: T1, 0; T2, 33; T3, 66 e T4, 99. Não houve efeito dos níveis de substituição do milho pelo bagaço de mandioca sobre os coeficientes de digestibilidade aparente das frações nutritivas estudadas. O consumo de fibra em detergente ácido digestível (FDAD) aumentou linearmente com a substituição do milho por bagaço de mandioca. Não houve efeito dos tratamentos sobre o consumo de matéria seca digestível (MSD), matéria orgânica digestível (MOD), fibra em detergente neutro digestível (FDND), energia digestível (ED) e energia metabolizável (EM), que foram, respectivamente, para T1, T2, T3 e T4, 53,51; 54,50; 53,63; e 53,69 (g MSD/ kg0,75·dia), 51,77; 52,37; 51,27; e 51,23 (g MOD/ kg0,75·dia) e 30,13; 30,93; 30,46; e 30,88 (g FDND/ kg0,75·dia), 224,13; 228,51; 224,77; e 225,33 (kcal ED/ kg0,75·dia), 183,75; 187,56; 184,38; e 184,43 (kcal EM/ kg0,75·dia). Os resultados obtidos para GPDM foram 1,10; 0,95; 1,12; e 0,75 kg/animal·dia, e para CA 4,61; 6,17; 4,58; e 7,98, respectivamente, para T1, T2, T3 e T4. Os valores de GPDM e CA, para o nível de substituição de 99% do milho por bagaço de mandioca no concentrado, foram inferiores aos obtidos para os níveis de 0
Abstract The objective of this study was to evaluate the effect of the substitution of corn by cassava bagasse in concentrate on apparent digestibility, digestible nutrient intakes, average daily gain (ADG) and feed:gain ratio (F:G) in growing cattle. Sixteen cossbred bulls, were allotted to a completely randomized block design and in two periods. Four types of concentrade were tested, in association with an ad libitum allowance of oat/ryegrass hay (Avena strigosa, L.; Lolium multiflorum, L.) and an average concentrate suplemetation of .83% LW. The concentrates fed to the animals were different by the substitution level of corn by cassava bagasse: T1 0,0; T2, 33,0; T3, 66,0; e T4, 99,0. There was no effect of the substitution of corn by cassava bagasse on the apparent digestibility coefficients of the studied nutritive fractions. The digestible acid detergent fiber intake (DADF) linearly increased with the substitution of corn by cassava bagasse. There was no effect of the treatments on the intakes of digestible dry matter (DDM), digestible organic matter (DOM), digestible neutral detergent fiber (NDF), digestible energy (DE) and metabolizable energy (ME), which were, respectively, for T1, T2, T3 and T4, 53.51; 54.50; 53.63 and 53.69 (g DDM kg0.75·day), 51.77; 52.37; 51.27 and 51.23 (g DOM/ kg0.75·day, 30.13; 30.93; 30.46 and 30.88 (g DNDF/ kg.75•day), 224.13; 228.51; 224.77 and 225.33 (kcal DE/ kg.75·day), 183,75; 287,56; 184,38 and 184,43 (kcal ME/ kg.75•day). The results obtained for ADG were 1.10; 0.95; 1.12 and 0.75 kg/animal·day, and for F:G 4.61; 6.17, 4.58 and 7.98, respectively for T1, T2, T3 and T4. The values of ADG and F:G, for the substitution of 99% of corn by cassava bagasse in concentrate, were lower than those obtained by the levels of 0 and 66%, however, they were similar to the 33% of substitution level of corn by cassava bagasse in the concentrate.
Contido em Revista brasileira de zootecnia= Brazilian journal of animal science, Viçosa. Vol. 29, n.1 (jan./fev. 2000), p. 300-305
Assunto Bovino : Nutricao
[en] By-product
[en] Cassava bagasse
[en] Cattle
[en] Digestibility
[en] Feed: gain ratio
[en] Intake
[en] Weight gain
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/129376
Arquivos Descrição Formato
000295557.pdf (39.92Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.