Repositório Digital

A- A A+

Obesity parameters as predictors of early development of cardiometabolic risk factors

.

Obesity parameters as predictors of early development of cardiometabolic risk factors

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Obesity parameters as predictors of early development of cardiometabolic risk factors
Autor Burgos, Miria Suzana
Reuter, Cézane Priscila
Possuelo, Lia Gonçalves
Valim, Andréia Rosane de Moura
Renner, Jane Dagmar Pollo
Tornquist, Luciana
Tornquist, Debora
Gaya, Anelise Reis
Abstract The scope of this study was to verify the association between different overweight and obesity parameters and the metabolic risk profile among school-age students. The randomized cross-sectional study included 1254 children and adolescents, aged 7 to 17, from a city in southern Brazil. Body mass index (BMI), waist circumference (WC) and percentage of fat (PF), measured at the triceps and based on subscapular skinfold thickness, were used as the parameters to evaluate overweight/obesity status. Systolic blood pressure (SBP), total cholesterol, high-density lipoprotein cholesterol (HDL), low-density protein cholesterol (LDL) and triglycerides were also measured. The metabolic risk profile was calculated based on the sum of the z score of the metabolic variables adjusted by age. A three-model Poisson analysis was used to verify the association between BMI, WC and PF with metabolic risk profile. BMI showed the highest probability for developing metabolic risk compared with WC (overweight - PR: 1.63 and obesity – PR: 3.87) and PF (overweight – PR: 1.62 and obesity – PR: 2.92). In conclusion, BMI seems to be a better parameter of overweight/obesity than WC and PF in the assessment of metabolic risk among youths.
Resumo O objetivo deste estudo foi verificar associação entre diferentes parâmetros de sobrepeso e obesidade com o perfil de risco metabólico em escolares. O estudo transversal randomizado incluiu 1.254 crianças e adolescentes, com idades entre 7 e 17 anos, de uma cidade do sul do Brasil. O índice de massa corporal (IMC), a circunferência da cintura (CC) e o percentual de gordura (PG), avaliado através das medidas das dobras cutâneas tricipital e subescapular, foram usados como parâmetros para avaliar sobrepeso/obesidade. Pressão arterial sistólica (PAS), colesterol total, lipoproteína de alta densidade (HDL), lipoproteína de baixa densidade (LDL) e triglicerídeos também foram mensurados. O perfil de risco metabólico foi calculado com base no somatório do escore z das variáveis metabólicas ajustadas por idade. Três modelos de regressão de Poisson foram utlizados para verificar a associação entre IMC, CC e PG com o perfil de risco metabólico. Os dados demostram que o IMC foi o parâmetro que apresentou a maior associação com o desenvolvimento de risco metabólico, em comparação com CC (sobrepeso - RP: 1,63 e obesidade - RP: 3,87) e PG (sobrepeso - RP: 1,62 e obesidade - RP: 2,92). Conclui-se que o IMC parece ser um melhor parâmetro de sobrepeso/obesidade do que CC e PG, na avaliação do risco metabólico em escolares.
Contido em Ciência & saúde coletiva. Vol.20, n.8, (aug. 2015), p. 2381-2388
Assunto Adolescente
Criança
Fatores de risco
Obesidade
[en] Adolescent
[en] Child
[en] Obesity
[en] Risk factors
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/129409
Arquivos Descrição Formato
000973952.pdf (176.9Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.