Repositório Digital

A- A A+

Influência na sedação e analgesia da clonidina em crianças submetida à ventilação mecânica em uso de morfina e midazolan : estudo randomizado, duplo cego e placebo controlado

.

Influência na sedação e analgesia da clonidina em crianças submetida à ventilação mecânica em uso de morfina e midazolan : estudo randomizado, duplo cego e placebo controlado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência na sedação e analgesia da clonidina em crianças submetida à ventilação mecânica em uso de morfina e midazolan : estudo randomizado, duplo cego e placebo controlado
Autor Molon, Marizete Elisa
Orientador Piva, Jefferson Pedro
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas: Pediatria.
Assunto Clonidina
Criança
Midazolam
Morfina
Respiração artificial
Síndrome de abstinência a substâncias
[en] Abstinence
[en] Clonidine
[en] Mechanical ventilation
[en] Sedation
Resumo Objetivos: Avaliar a influência da adição de clonidina a sedação e analgesia com morfina e midazolan em infusão contínua em crianças submetidas à ventilação mecânica. Métodos: Estudo randomizado, duplo cego e placebo controlado, realizado na UTI Pediátrica do Hospital Geral de Caxias do Sul. Incluídas crianças submetidas à ventilação mecânica que utilizaram morfina e midazolan em infusão contínua. Foram randomizados a receber clonidina (5 μg/kg/cada 8 horas) ou placebo associados a infusão dos sedativos. Diariamente eram anotadas as doses infundidas nas 24 horas, assim como as doses de sedação intermitente e aplicado o escore de Finnegan para definir e quantificar abstinência. Os grupos foram comparados quanto a doses de sedativos administradas, tempo de uso de infusão contínua, presença e duração da abstinência.Resultados: Foram incluídas 69 crianças (31 no grupo clonidina e 38 no placebo). Completaram o estudo 59 pacientes, 25 no grupo clonidina e 34 no placebo. Os grupos foram semelhantes nas características gerais (peso, idade, sexo, indicação de ventilação mecânica). Não houve diferença nas doses de sedativos utilizadas, tanto em infusão contínua quanto intermitente. A prevalência da abstinência foi semelhante (72 e 75%, respectivamente), da mesma forma que sua duração, além de não haver diferença no tempo de ventilação mecânica. Conclusão: Neste estudo, a adição de clonidina ao esquema de sedação não influiu nas doses diárias e cumulativas de sedativos utilizados e também não alterou a prevalência ou a evolução da abstinência. Atribuímos à ausência de eficácia ao elevado grau de sedação utilizado neste serviço para crianças em ventilação mecânica.
Abstract Objective: To evaluate the sedative effect of associating clonidine to the morphine plus midazolan intravenous infusion in children submitted to mechanical ventilation Methods: Randomized, double blind, placebo controlled, carried through clinical assay in the PICU of the Hospital Geral of Caxias do Sul. It has been enclosed children submitted to mechanical ventilation, which had used morphine and midazolan in continuous infusion. It’s had been randomized to received clonidine (5μg/kg/8/8h) and placebo associated to infusion of sedative. Daily it’s written the administered doses in the 24 hours, beyond the doses of intermittent sedation and the Finnegan Score applied to define and to quantify the withdrawal. The groups had been compared to managed doses of sedatives, time of use of continuous infusion, presence and duration of the abstinence. Results: 69 patients had been enclosed to project (31 in clonidine group and 38 in the placebo group). The two groups had been similar in general characteristics (weight, age, gender, indication of mechanical ventilation). It did not have difference in the midazolan and morphine doses used between the groups, in the necessity of extra sedation as well. 59 patients had completed the study, 25 in clonidine group and 34 in placebo group. The prevalence of the abstinence was similar (72% and 75%, respectively), in the same way that its duration. It hasn’t been any difference in the mechanical ventilation time also. Conclusion: The clonidine did not show effectiveness in the evolution of the abstinence in this study, probably for objectives of sedation used in this service.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12948
Arquivos Descrição Formato
000636057.pdf (306.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.