Repositório Digital

A- A A+

Fatores que contribuem para a iniciação tabágica em adolescentes de quatro escolas de Porto Alegre e região metropolitana

.

Fatores que contribuem para a iniciação tabágica em adolescentes de quatro escolas de Porto Alegre e região metropolitana

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fatores que contribuem para a iniciação tabágica em adolescentes de quatro escolas de Porto Alegre e região metropolitana
Outro título Factors that contribute to smoking initiation among adolescents in four schools of Porto Alegre and metropolitan area
Outro título Los factores que contribuyen al inicio del tabaquismo en los adolescentes de cuatro escuelas del Porto Alegre y el área metropolitana
Autor Teixeira, Carolina de Castilhos
Orientador Echer, Isabel Cristina
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Comportamento do adolescente
Hábito de fumar
Saúde do adolescente
Tabagismo
[en] Adolescent behavior
[en] Adolescent health
[en] Smoking
[es] Conducta del adolescente
[es] Hábito de fumar
[es] Salud del adolescente
Resumo Introdução: O número de jovens que inicia o comportamento tabágico é significativo, apesar do atual poder de alcance da globalização, do avanço conquistado pela área da saúde com o desenvolvimento de novos estudos sobre o tema, da ampla informação disponível sobre os malefícios causados pelo tabaco e da legislação vigente. Objetivo: A analisar os fatores que contribuem para iniciação tabágica em adolescentes de quatro escolas de Porto Alegre e região metropolitana. Método: Estudo misto composto de etapa quantitativa transversal com alunos do Ensino Médio de quatro escolas de Porto Alegre e região metropolitana por meio de instrumento com questões sociodemográficas, aplicação da Escala de Fageström e o Inventário de Depressão de Beck. Uma segunda etapa, qualitativa, realizada com seleção aleatória por meio de sorteio com alunos tabagistas, os quais participaram de uma entrevista em grupo gravada em áudio. Os dados quantitativos foram digitados em banco de dados e analisados com auxílio do programa SPSS 18.0. Já os dados qualitativos foram transcritos e sofreram análise com auxílio do programa NVivo 10 por meio de técnica de Análise de Conteúdo. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sob número de CAEE 20816513.2.0000.5347. Resultados: Participaram 864 alunos na etapa quantitativa e onze na etapa qualitativa. Observou-se uma prevalência de 6,3% de adolescentes tabagistas, com nível elevado de dependência à nicotina. Diversos são os fatores associados à iniciação tabágica, entre eles destaca-se gênero masculino, cor parda, renda familiar mensal acima de nove salários mínimos, famílias monoparentais, regular relação familiar, familiares usuários de drogas lícitas e ilícitas. Emergiram das entrevistas os temas: “Como tudo começou”, “O envolvimento da família” e “O despertar para os prejuízos do cigarro”. Esses temas abordaram a influência de pares, pais tabagistas, pouca presença dos pais e relações conflituosas, assim como os primeiros sintomas dos prejuízos do tabagismo e as percepções dos jovens acerca das propagandas anti-fumo. Considerações finais: Os resultados apontam para necessidade de se repensar uma estratégia de saúde que auxilie os adolescentes a enfrentarem seus problemas e dificuldades de forma construtiva e saudável, tornando-os capazes de se independentizar do cigarro para ocorrer uma verdadeira mudança na realidade da vida destes jovens. Conviver com os adolescentes e aprender a conhecê-los pode contribuir para instrumentalizar professores e profissionais da área da saúde que poderão, por meio do conhecimento científico, discutir com o jovem o que é saúde para o tabagista e planejar meios para promover sua saúde, reduzir os danos causados pelo uso indiscriminado do tabaco e a iniciação tabágica.
Abstract Introduction: There are many young people who still start smoking every day, though current globalization power size, the progress achieved by health zone with the developing of new studies about that theme, the wide information available about cigarette harms, and the current laws. Objective: to analyze the factors that stimulate teenagers from four high schools of Porto Alegre and nearby cities start smoking. Method: mixed study with a cross-quantitative stage with high school students of four schools of Porto Alegre and metropolitan area using an instrument containing sociodemographic questions, Fageström Scale and Beck Depression Inventory application. A second qualitative stage which twenty smoker students were randomly selected to participate in a group interview recorded on audio. The quantitative data were typed into the database and analyzed using the SPSS 18.0. The qualitative data were transcribed and analyzed by NVivo 10 program through content analysis technique. The project was approved by the Ethics Committee of the Federal University of Rio Grande do Sul, in number of CAEE 20816513.2.0000.5347. Results: were analyzed 864 students in quantitative and 11 in the qualitative stages. There was a prevalence of 6.3% to smoking adolescents with high nicotine dependence level. Several factors are associated with smoking initiation, like the male genre, mulatto, monthly family income above 9 minimum wages, single parents, regular family relationship, family members of legal and illegal drugs. The following issues were discussed during the interviews: “How everything started”, “The familiar involvement” and “The beginning to the cigarette losses”. These issues involved the influence of peers, smoker parents, absence of parents and conflicting relationships, just like the firsts symptoms of the cigarette losses and the vision of the teenagers about the commercials against smoke. Final Considerations: the results indicate a necessity to rethink some health strategy that helps teens facing their problems and difficulties in a constructive and healthy way, making them able to become independent of smoking, and happening a real change in the reality of their life. To know and to listen adolescents speech carefully can help equips teachers and health professionals, through scientific knowledge, to discuss with him what health is to the smoker and plan a support to improve his health, reduce damage and prevent smoking initiation.
Resumen Introducción: El número de jóvenes que empiezan el comportamiento tabágico aun es significativo, a pesar del actual poder de alcanze de la globalización, el avance logrado por el ramo de la salud con el desarrollo de nuevos estudios sobre el tema, de la amplia información disponible solbre los maleficios causados por el tabaco y la legislación vigente. Objectivo: analizar los factores de que contribuyen para la iniciación tabágica en adolescentes de cuatro escuelas de Porto Alegre y región metropolitana. Método: estudio mixto con etapa quantitativa transversal con alumnos de la enseñanza mediana inscriptos en quatro escuelas de Porto Alegre y región metropolitana por medio de instrumento que lleva cuestiones sociodemográficas, aplicación de la Escala de Fageström y el Inventario de depressão de Beck. Una segunda etapa qualitativa en que fueron sorteados veinte alumnos tabagistas para participaren de un encuesta grupal grabada en audio. Los datos quantitativos fueron digitados en banco de datos y analizados con ayuda del programa SPSS 18.0. Los datos qualitativos fuerons transcriptos y sufrieron análisis con ayuda del programa Nvivo 10 por medio de técnica de Análisis de Contenido. El proyecto fue aprobado por el Comité de Ética de la Universidad Federal del Rio Grande del Sur, sob número de CAEE 20816513.2.0000.5347. Resultados: Fueron analizados 864 alumnos en la etapa quantitativa y once en la etapa qualitativa. Se ha observado una prevalencia de 6,3% de adolescentes tabagistas, con nivel de dependencia a la nicotina elevado. Diversos son los factores asociados a la iniciación tabágica, entre ellos se destacan el género masculino, color pardo, renta familiar mayor de 9 sueldos mínimos, familias monoparentales, regular relación familiar, familiares usuarios de drogas lícitas e ilícitas. Temas surgieron de las entrevistas: "Cómo todo empezó", "participación de la familia" y "El despertar de las pérdidas de cigarrillos". Estos temas abordan la influencia de parejas, padres tabagistas, poca presencia de los padres y relaciones conflictuosas, así como los primeros síntomas del tabaco y las percepciones de los jóvenes acerca de los anuncios contra el tabaco. Consideraciones finales: Los resultados apuntan para la necesidad de se repensar una estrategia de salud que auxilie los adolescentes a enfrentaren sus problemas y dificultades de manera constructiva y saludable, volvéndose capaz de librase del cigarrillo para que pase a ocurrir un verdadero cambio en la realidad de la vida de estas personas. Conocer y escuchar con calidad el habla de los adolescentes puede contribuir para instrumentalizar los profesores y profesionales de salud que poderán, por medio del conocimiento científico, discutir juntamente con el individuo lo que es salud para el tabagista y planificar un apoyo para promover su salud, reducir los daños y evitar la iniciación tabágica.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/129568
Arquivos Descrição Formato
000976884.pdf (1.265Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.