Repositório Digital

A- A A+

Vivências dos profissionais de enfermagem frente ao paciente com risco de suicídio

.

Vivências dos profissionais de enfermagem frente ao paciente com risco de suicídio

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vivências dos profissionais de enfermagem frente ao paciente com risco de suicídio
Outro título Experiences of nursing staff with patients at risk of suicide
Outro título Las experiencias del personal de enfermería a pacientes con riesgo de suicidio
Autor Carvalho, Raissa Ribeiro Saraiva de
Orientador Schneider, Jacó Fernando
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Cuidados de enfermagem
Enfermagem psiquiátrica
Suicídio
Tentativa de suicídio : Enfermagem
[en] Nursing
[en] Nursing care
[en] Psychiatric nursing
[en] Suicide
[en] Suicide attempted
[es] Atención de enfermería
[es] Enfermería
[es] Enfermería psiquiátrica
[es] Intento de suicidio
[es] Suicidio
Resumo O Brasil está na lista dos 10 países com o maior número de suicídios. Ao falar em tentativas de suicídio estima-se que a população em risco seja de 10 a 40 vezes maior se comparada com as que cometeram suicídio. Sabe-se que o destino dos pacientes que não tiveram êxito em suas tentativas é a internação psiquiatria. Frente a isto, este estudo teve por objetivo conhecer as vivências dos profissionais de enfermagem frente ao paciente com risco de suicídio. Trata-se de um estudo exploratório de caráter descritivo com referencial da pesquisa qualitativa. Foi realizada em uma Unidade de Internação Psiquiátrica em um Hospital Universitário do Sul do Brasil. A população do estudo foi composta por 20 profissionais de enfermagem e a coleta das informações ocorreu por meio de entrevista semi-estruturada com a seguinte questão norteadora: fale-me sobre suas vivências relacionadas à pacientes com risco de suicídio. A análise dos dados foi realizada por meio da análise de conteúdo de Bardin (2011). A realização deste trabalho possibilitou uma reflexão à cerca das vivências dos profissionais frente ao paciente com risco de suicídio. Ele permitiu a compreensão da visão através do cuidado frente ao paciente com esse risco e revelou o impacto na vida profissional e o cuidado diferenciado prestado pela equipe para esses pacientes. Lidar com pacientes que possuem ideação suicida, tentativas de suicídio prévio, desejos de morte e pensamentos de morte torna-se ambíguo ao que foi apreendido e do que se é pretendido ao se falar em cuidado, mas ao perceberem a melhora do paciente o profissional percebe que o que ele realmente precisa é de cuidado até que o seu quadro estabilize. A qualificação técnica e humana destes profissionais aumenta as chances de um contato mais próximo e contínuo facilitando a adesão ao tratamento e proporcionando um cuidado mais humano. Considera-se importante também um suporte psicológico à equipe aliado a um treinamento específico que reverta em melhoria da qualidade do atendimento ao paciente suicida.
Abstract Brazil is among the top of 10 countries with the highest number of suicides. Speaking at suicide is estimated that the population at risk is 10-40 times higher compared to those committed suicide. It is known that the patients who were unsuccessful in their attempts almost always go to a psychiatry hospital. Facing this, this study aimed to know the experiences of nursing staff with patients at risk of suicide. This is an exploratory study of descriptive character with qualitative research framework. Was performed in an Inpatient Psychiatric Unit of a University Hospital in southern Brazil. The study population was composed of 20 nursing professionals and the collection was through semi-structured interviews with the following guiding question: tell me about your experiences with patients at risk for suicide. Data analysis was performed using Bardin's content analysis (2011). This work enabled a reflection about the experiences of the professional in front of the patient at risk of suicide. He allowed the understanding the vision of care in front of the patient with that risk, the impact at work’s life and the special care provided by the nursing team for these patients. Dealing with patients who have suicidal ideation, suicide attempts prior, death wishes and thoughts of death becomes ambiguous to what was seized and what it is intended when we speak about care but when the nursing team realize the improvement of the patient realizes those professional know that what they really needs is care until your case stabilizes. The technical and human skill of these professionals increases the chances of a close contact and continuous facilitating adherence to treatment and providing a more humane care. It is considered important also a psychological support team coupled with a specific training that accrues in improving the quality of care for suicidal patients.
Resumen Brasil está entre los 10 países con el mayor número de suicidios. En su intervención en intentos de suicidio se estima que la población en riesgo es 10 a 40 veces mayor en comparación con las que se cometen suicidio. Es sabido que el destino de los pacientes que no tuvieron éxito en sus intentos es el hospital de psiquiatría. Frente a esto, este estudio tuvo el objetivo de conocer las experiencias del personal de enfermería a pacientes con riesgo de suicidio. Es un estudio exploratorio de carácter descriptivo con marco de investigación cualitativa. Se realizó en una unidad de hospitalización psiquiátrica en un Hospital Universitario del sur de Brasil. La población de estudio estuvo compuesta por 20 profesionales de enfermería y los dados se obtuvieron a través de entrevistas parcialmente estructuradas con la siguiente pregunta guía: háblame de sus experiencias relacionadas con los pacientes en riesgo de suicidio. Los datos fueron analizados mediante análisis de contenido de Bardin (2011). Este trabajo permitió una reflexión sobre las experiencias de lo profesional en lo cuidado al paciente en riesgo de suicidio. Él permitió la comprensión de la visión a cerca del cuidado al paciente con riesgo, reveló el impacto en el trabajo y el cuidado especial que proporciona el personal para estos pacientes. Tratar con pacientes que tienen ideas suicidas, intentos de suicidio previos, deseos de muerte y pensamientos de muerte se vuelve ambiguo a lo que fue capturado en los cursos de enfermería y cuando el profesional darse cuenta de la mejoría del paciente el ve que realmente lo que ellos necesitan son cuidados hasta que su molestia se estabilice. Las habilidades técnicas y humanas de estos profesionales aumentan las posibilidades de un contacto cercano, la adherencia facilitada al tratamiento y proporcionar una atención más humana. Se considera importante también un equipo de apoyo psicológico junto con una formación específica que se acumula en la mejora de la calidad de la atención a los pacientes suicidas.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/129572
Arquivos Descrição Formato
000976704.pdf (1.106Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.