Repositório Digital

A- A A+

Melatonina protege o fígado em um modelo experimental de cirrose

.

Melatonina protege o fígado em um modelo experimental de cirrose

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Melatonina protege o fígado em um modelo experimental de cirrose
Autor Bona, Silvia Regina
Orientador Marroni, Norma Anair Possa
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Antioxidantes
Cirrose hepática
Estresse oxidativo
[en] Antioxidants
[en] Liver cirrhosis
[en] Oxidative damage
Resumo Base teórica: As doenças hepáticas representam um grande problema de saúde pública, sendo responsáveis por um considerável número de atendimentos e internações hospitalares, com crescente índice de mortalidade. A melatonina (MLT), uma potente molécula antioxidante, tem-se mostrado benéfica em diversas situações patológicas, incluindo as hepáticas. Objetivo: O objetivo foi avaliar os efeitos da MLT na cirrose hepática induzida por CCl4 em ratos machos Wistar. Métodos: Utilizaram-se 20 ratos machos Wistar, (230-250g), divididos em 4 grupos: I: Controle (CO), II: CO+MLT, III: CCl4 e IV: CCl4+MLT. O CCl4 foi administrado i.p.: 10 aplicações de 5 em 5 dias, 10 aplicações de 4 em 4 dias, e 7 aplicações de 3 em 3 dias. A MLT (20mg/Kg i.p.) iniciada na 10ª semana, perdurando até o final do experimento na 16ª semana. Resultados: Como resultados apresentados nos dois artigos, observamos que a MLT no grupo CCl4+MLT, em relação ao grupo CCl4, diminuiu os níveis séricos das enzimas AST, ALT e FA. Na avaliação do estresse oxidativo, diminuiu a LPO avaliada por TBARS e F2-isoprostanos; aumentou a atividade da enzima antioxidante (SOD) e diminuiu a expressão da NQO1; aumentou a expressão do fator de transcrição Nrf2 e diminuiu a expressão de seu inibidor o Keap1. Na avaliação do estresse do RE, diminuiu a expressão de proteínas preditoras de estresse do RE, GRP78 e ATF6. Na avaliação das proteínas e fatores de choque térmico, diminuiu a expressão da HSP70 e do HSF1. No processo inflamatório, diminuiu a presença de infiltrado inflamatório e a expressão das proteínas NF-KB/p65 e da iNOS. No processo fibrogênico, diminuiu os septos e a presença de nódulos de fibrose, além de diminuir a expressão das proteínas TGF-β1 e da α-SMA. No processo de angiogênese, diminuiu a expressão do VEGF. Conclusão: Com este estudo, demonstramos que a MLT, uma indolamina sintetizada a partir do aminoácido triptofano, protegeu o parênquima hepático da progressão da fibrose induzida em ratos pelo CCl4.
Abstract Background: Conclusion Liver diseases represent a major problem in public health, accounting for a significant number of hospitalizations and care, with increasing mortality rates. Melatonin (MLT) is a powerful antioxidant molecule, that has demonstrated to be beneficial in various pathological situations, including liver diseases. Objective: The aim was to evaluate the effects of MLT in liver cirrhosis induced by CCl4 in male Wistar rats. Methods: We used 20 male Wistar rats (230- 250g) divided into 4 groups: I : control (CO), II: CO + MLT, III: CCl4 and IV: CCl4 + MLT. The CCl4 was administered ip: 10 applications in 5 to 5 days , 10 applications in 4 to 4 days and 7 applications in 3 to 3 days. The MLT (20 mg / kg ip) started at the 10th week and lasted until the end of the experiment, at 16 weeks. Results: As results presented in the two articles, we found that the MLT in the CCl4+MLT group when compared to CCl4 group, decreased serum levels of AST, ALT and FA enzymes. In the evaluation of oxidative stress, decreased LPO measured by TBARS and F2- isoprostanes; increased the activity of the antioxidant enzyme (SOD) and decreased the expression of NQO1; increased expression of the transcription factor Nrf2 and decreased the expression of its inhibitor Keap1. In the assessment of ER stress, decreased the expression of proteins predictors of ER stress, GRP78 and ATF6. In the evaluation of proteins and heat shock factors, decreased expression of HSP70 and HSF1. In the inflammatory process, decreased inflammatory infiltration and the expression of proteins NF-KB/p65 and iNOS. In the fibrogenic process, decreased the sept and the presence of nodules of fibrosis, in addition to decreasing the expression of TGF-β1 protein and α-SMA. In the process of angiogenesis, decreased expression of VEGF. Conclusion: In this study, we demonstrated that MLT, an indoleamine synthesized from tryptophan, protected the liver parenchyma from fibrosis progression induced by CCl4 in rats.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/129635
Arquivos Descrição Formato
000972005.pdf (1.357Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.