Repositório Digital

A- A A+

Adaptação multicêntrica do guia para a gestão autônoma da medicação

.

Adaptação multicêntrica do guia para a gestão autônoma da medicação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Adaptação multicêntrica do guia para a gestão autônoma da medicação
Autor Onocko-Campos, Rosana Teresa
Palombini, Analice de Lima
Silva, André do Eirado
Passos, Eduardo
Leal, Erotildes Maria
Serpa Júnior, Octavio Domont
Marques, Cecília de Castro e
Gonçalves, Laura Lamas Martins
Resumo O uso crescente de psicofármacos e o baixo empowerment dos usuários mostram-se críticos à qualificação da assistência em Saúde Mental no Brasil. Este estudo, abrangendo três cidades brasileiras, objetivou a elaboração do Guia Brasileiro da Gestão Autônoma da Medicação (GGAM-BR), com base na tradução e adaptação de guia desenvolvido no Canadá; e a avaliação dos efeitos do uso do GGAM-BR na formação de trabalhadores de saúde mental. Constituíram-se grupos de intervenção (GIs) para compartilhamento das experiências com tratamento medicamentoso, a partir dos temas propostos no guia; e foram realizados grupos focais antes e após os GIs. Importantes mudanças em relação ao texto original do guia Canadense foram implementadas, levando em conta a realidade brasileira. Constatou-se que o GGAM-BR constitui estratégia potente de fomento à participação ativa dos usuários na gestão do tratamento e do serviço, incidindo positi
Abstract Increasing use of psychotropic drugs and low empowerment among users have been shown to be critical factors in qualifying mental healthcare in Brazil. This study covering three Brazilian cities aimed to develop the Brazilian Guide to Autonomous Management of Medication (GGAM-BR), based on translation and adaptation of a guide developed in Canada, and to evaluate the effects of its use on mental health workers’ training. Intervention groups (IGs) were formed to share experiences relating to drug treatment, starting from topics proposed in the guide. Focus groups were conducted before and after the IGs. Important changes in relation to the original text of the Canadian guide were implemented to take into account Brazilian realities. It was seen that the Brazilian version formed a powerful strategy for promoting users’ active participation in managing their treatment and the mental health clinic, and that it had a positive impact on healthcare workers’ training.
Contido em Interface (Botucatu) : comunicação, saúde, educação. Vol. 16, n. 43 (dez. 2012), p. 967-980.
Assunto Autonomia
Psicofármacos
Saúde coletiva
Saúde mental
[en] Autonomy
[en] Medication
[en] Mental health
[en] Mental health workers’ training
[en] Psychotropic drugs
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/129670
Arquivos Descrição Formato
000973075.pdf (115.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.