Repositório Digital

A- A A+

Estudo da associação de polimorfismos no gene ABCA1 e a doença renal do diabetes

.

Estudo da associação de polimorfismos no gene ABCA1 e a doença renal do diabetes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo da associação de polimorfismos no gene ABCA1 e a doença renal do diabetes
Autor Nogueira, Fabiana Goes
Orientador Canani, Luis Henrique Santos
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas: Endocrinologia.
Assunto Diabetes mellitus
Insuficiência renal crônica
Transportador 1 de Cassete de Ligação de ATP
Resumo Introdução A doença renal do diabetes (DRD) é a principal complicação clínica do Diabetes Mellitus tipo 1 e 2 (DM1 e DM2). A relação entre o dano renal e os lipídios tem sido investigada há décadas e as evidências demonstram que o acúmulo de lipídios intra renal está associado com o desenvolvimento de glomerulosclerose, fibrose túbulo intersticial e progressão da DRD. Além disso, os fatores genéticos ampliam o risco para o desenvolvimento da DRD. Evidências sugerem que o gene ATP-binding cassette transporter A1 (ABCA1) possa estar envolvido nos danos causados pelo acúmulo do colesterol intracelular. O ABCA1 possui papel central no efluxo do colesterol celular para as moléculas aceptoras pobre em lipídios presentes no plasma. O conhecimento sobre a relação dos polimorfismos do gene ABCA1 e a DRD ainda é escasso. Dessa forma, o presente trabalho buscou investigar a associação entre os polimorfismos no gene ABCA1 e a presença de proteinúria em indivíduos com DM2. Métodos As frequências alélicas e genotípicas dos polimorfismos rs1800977 (C/T), rs2230806 (G/A), rs2066715 (G/A), rs4149313 (A/G) e rs2030808 (G/A) no gene ABCA1 foram analisadas em 365 pacientes com DM2 e proteinúria ou doença renal crônica terminal (DRCT) (casos) e 322 pacientes com DM2 e valores normais de excreção urinária de albumina (controles) em uma população do sul do Brasil. Os haplótipos construídos a partir da combinação dos cinco polimorfismos estudados e suas frequências foram inferidos utilizando o programa Phase 2.1, o qual implementa o método estatístico bayesiano. Resultados O polimorfismo rs1800977 (C/T) foi associado com proteinúria em indivíduos com DM2 segundo o modelo de herança dominante (C/T + T/T vs. C/C) (P = 0.038). Da mesma forma, a presença do alelo T desse polimorfismo foi associada com proteção para proteinúria (RC = 0,61; IC 95% 0,410 – 0,902; P = 0,013). Os demais polimorfismos estudados não foram associados com DRD em pacientes com DM2. As análises dos haplótipos demonstraram diferença nas distribuições dos haplótipos entre os casos e os controles (P = 0.004). Os polimorfismos estudados não se apresentaram em desequilíbrio de ligação. Conclusão O polimorfismo rs1800977 (C/T) está significativamente associado com proteção para DRD em uma população branca do sul do Brasil.
Abstract Introduction Diabetic Kidney Disease (DKD) is a major complication of Diabetes Mellitus. The relationship between renal disease and lipids has been investigated for decades and the evidences demonstrate that lipid accumulation in kidney is associated with the development of glomerulosclerosis, tubulointerstitial fibrosis and progression of DKD. Also, the genetic susceptibility is a relevant target on progression of DKD. The ATP- binding cassette transporter A1 (ABCA1) gene plays a central role in cholesterol efflux from cells to lipid-free receptors in bloodstream. Data regarding ABCA1 genetic variants and DKD are very scarce. Therefore, the aim of the present study was to investigate whether ABCA1 polymorphisms are associated with presence of proteinuria in T2DM. Methods Frequencies of the ABCA1 rs1800977 (C/T), rs2230806 (G/A), rs2066715 (G/A), rs4149313 (A/G) and rs2030808 (G/A) were analyzed 365 T2DM patients with proteinuria or end-stage renal disease (ESRD) (cases) and 322 T2DM patients with normal albumin excretion rate (controls) subjects from Brazil. Haplotypes constructed from the combination of these polymorphism were inferred using a Bayesian statistical method. Results The rs1800977 (C/T) polymorphism was associated with proteinuria in T2DM patients under a dominant inheritance model (C/T+T/T vs. C/C) (P = 0.038). The presence of the T allele was associated with proteinuria protection (OR = 0.61 95% CI 0.41- 0.902; P = 0.013). The others four polymorphisms analyzed were not associated with proteinuria. Permutations analysis showed that the distributions of inferred haplotypes were statistically different between case and controls groups (P = 0.004). The |D’| and r 2 measurements did not demonstrated any significant LD between all pairs of combination of the five analyzed polymorphisms. Conclusions The ABCA1 rs1800977 (C/T) polymorphism is significantly associated with protection to DKD in white Brazilian T2DM subjects.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/129672
Arquivos Descrição Formato
000974764.pdf (182.0Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.