Repositório Digital

A- A A+

Análise da comercialização de touros de corte no Rio Grande do Sul

.

Análise da comercialização de touros de corte no Rio Grande do Sul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise da comercialização de touros de corte no Rio Grande do Sul
Outro título Analysis of the commercialization of beef bulls in Rio Grande do Sul
Autor Evangelista, Giovana Tagliari
Orientador Barcellos, Julio Otavio Jardim
Co-orientador Oiagen, Ricardo Pedroso
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Comercialização
Gado de corte
Produção animal
Touro
[en] Marketing
[en] Phenotypic factors
[en] Price of the bulls beef
Resumo O presente trabalho teve como objetivo identificar os fatores que influenciam o preço de comercialização de 785 touros de corte, pertencentes às raças Angus, Brangus, Braford, Hereford e Charolês, comercializados em 12 leilões no RS, bem como as preferências manifestada pelos compradores. Foram analisados os efeitos do tamanho, musculosidade, condição corporal (ECC), raça e ordem de entrada em pista (OE) sobre o preço de venda (PF) dos touros. As variáveis peso e perímetro escrotal do touro (PE) foram correlacionadas ao PF. Os dados foram submetidos a análise não paramétrica por não apresentarem distribuição normal. Para efeito das análises da OE cada leilão foi dividido em quatro etapas (1o, 2o, 3o e 4o quartos) e o PF foi considerado apenas nos casos de efetiva comercialização dos touros. O PF teve associação positiva com o PE (r=0,189, p<0,001) e peso (r=0,147, p<0,001) dos animais. Touros de tamanho grande tiveram maior preço comparado aos de tamanho pequeno e médio (p<0,01). Animais com ECC 3 receberam maiores PF (p<0,01. A raça Angus obteve maiores preços, seguida das raças Brangus e Braford (p<0,001). O PF dos animais decresceu do 1o até o 3o quarto de duração do leilão, sem diferença entre o 3o e 4o.quartos. Conforme transcorriam as vendas, houve uma diminuição gradativa do peso dos animais (p<0,001). Diferentemente do esperado, touros com musculosidade leve tiveram maio PF, provavelmente devido à alta demanda de animais no referido ano de avaliação (89%). As variáveis fenotípicas que tiveram maior impacto na comercialização dos touros foram peso, tamanho, perímetro escrotal e raça. No entanto, nenhum fator isolado pode predizer o PF dos touros comercializados. Maiores preços foram observados no primeiro quarto do leilão, possivelmente pela maior qualidade dos animais e público presente. Os compradores que adquiriram touros nesses 12 leilões preferiram animais das raças Angus, Brangus e Braford, de grande porte, com maiores pesos e PE. Produtores de touros deveriam entender os fatores econômicos por trás da seleção destes animais e direcionar seus esforços para a produção de reprodutores que atendam as preferências dos compradores. Da mesma forma, compradores de touros devem entender em que proporção as características observadas na hora da escolha dos animais impactam na produtividade do rebanho.
Abstract The objective of this study was to identify factors influencing the market price of 785 beef bulls (Aberdeen and Red Angus, Charolais, Hereford, Braford and Brangus) sold in 12 auctions in RS. The effects of size, muscularity, body condition (BCS), breed and sale order (SO) were analyzed. Weight and scrotal circumference (SC) were correlated to final price (FP). The data were submitted to nonparametric analysis because did not present normal distribution. For purposes of the analysis of SO each auction was divided into four times (1st, 2nd, 3rd and 4th rooms) and the FP was considered only in cases of effective marketing. The FP had positive association with SC (r = 0.189) and weight (r = 0.147). The bulls with bigger size had higher price compared to small and medium. Animals with BCS 3 received higher FP. The Angus breed had the highest prices, followed by Brangus and Braford. The FP decreased with SO till the third quarter of the auction. There was a gradual decrease in weight compared to SO. Bulls with weak muscularity received higher FP, probably due to high demand in the year of assessment (89%). The variables that had the greatest impact on the marketing of bulls were weight, size, SC and breed. However, no single factor can predict the FP of marketed bulls. Higher prices were observed in the first quarter, probably because of the higher quality of the bulls and the amount of buyers at the beginning of the auction. Bull buyers in this 12 auctions preferred Angus, Brangus and Braford breeds, with big size and higher weights and SC. Bull producers should understand the economic factors behind the selection of these animals and direct their efforts in producing animals that meet the preferences of buyers. Similarly, bull buyers should understand what proportion of the observed characteristics when choosing animal impact on herd productivity.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/129679
Arquivos Descrição Formato
000976838.pdf (4.556Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.