Repositório Digital

A- A A+

A tradição e o gótico em O morro dos ventos uivantes, de Emily Brontë

.

A tradição e o gótico em O morro dos ventos uivantes, de Emily Brontë

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A tradição e o gótico em O morro dos ventos uivantes, de Emily Brontë
Autor Moura, Caroline Navarrina de
Orientador Maggio, Sandra Sirangelo
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Curso de Letras: Língua Moderna: Inglês: Licenciatura.
Assunto Brontë, Emily Jane 1818-1848. O morro dos ventos uivantes : Crítica e interpretação
Gótico
Leitura : Compreensao : Interpretacao
Literatura inglesa
[en] Gothic
[en] Interpretation
[en] Reading
[en] Wuthering heights
Resumo O gótico inglês dos séculos XVIII e XIX expressa primorosamente a turbulência e a ansiedade desse período de intensas transformações. Tem como característica marcante o fato de lidar com o horror no plano da representação ficcional, através de imagens e metáforas que refletem as sensações de insegurança e de medo que encontram eco nos sentimentos e preocupações dos leitores daquelas obras. O foco de estudo para esta pesquisa é o único romance de Emily Brontë, O morro dos ventos uivantes, que apresenta a história de um amor proibido entre dois irmãos de criação, Catherine Earnshaw e Heathcliff, e trata sobre as consequências da não concretização desse relacionamento. A obra apresenta elementos simultâneos e contraditórios que a língua alemã consegue apreender em um único termo: Das Unheimlich. Este termo, como analisado no conhecido artigo “O estranho”, de Sigmund Freud (1919), significa ao mesmo tempo aconchegante, conhecido, inquietante e apavorante. Percebemos isso, por exemplo, quando o Sr. Lockwood entra na cozinha da fazenda. Por um lado, há o cheiro bom de uma refeição sendo preparada, o calor do fogão, e um grupo familiar reunido; por outro lado, temos os cães que atacam Lockwood, os animais mortos jogados em um canto e uma sensação marcante de hostilidade no ar. Minha intenção neste trabalho de conclusão de curso percorrer o texto deste romance tão rico, observando aspectos que remetem à tradição e ao gótico, para chegar a uma conclusão sobre por que a obra é ao mesmo tempo tão fascinante e assustadora. Interessa-me investigar como as formas do gótico atingem e expressam os impulsos e os desejos mais íntimos da psique humana, atravessando diferentes épocas, transformando-se e sempre e caminhando junto com seu público leitor.
Abstract The English Gothic from the 18th and 19th centuries exquisitely expresses the turbulence and the anxieties of that intense period of changes. Its most remarkable trait is the power to deal with horror on the fictional level through images and metaphors which illustrate the insecurities and fears of the readers of that time. The corpus of this research is Emily Brontë’s only novel Wuthering Heights, which tells the story of the forbidden love between Catherine Earnshaw and her adopted brother, Heathcliff, and the consequences of its denial. This novel puts together a number of antagonistic elements, which remind us of the German expression Das Unheimlich, a concept analysed in Sigmund Freud’s widely known essay “The Uncanny” (1919). This term refers to something that is, at one time, cozy and familiar, though terrifying. That can be noticed, in the novel, in the scene Mr. Lockwood enters the kitchen in The Heights. On the one hand, he feels the smell of a good meal being prepared, the heath of the fire, and the family group gathered together. On the other hand, we have the watch-dogs attacking him, the dead animals lying on the floor, and the strong feeling of hostility in the air. My intention is to analyse some aspects of the novel, emphasizing some of its gothic traits in order to understand the reasons why this works proves to be simultaneously so fascinating and so frightening. I hope to identify the mechanisms through which these Gothic elements reach and express the deeper desires of different periods, adapting to the changes that take place.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/130029
Arquivos Descrição Formato
000975775.pdf (424.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.