Repositório Digital

A- A A+

Opacidade fonológica em português europeu e sua análise pela teoria da otimalidade : a teoria das cadeias de candidatos (MCCARTHY,2007)

.

Opacidade fonológica em português europeu e sua análise pela teoria da otimalidade : a teoria das cadeias de candidatos (MCCARTHY,2007)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Opacidade fonológica em português europeu e sua análise pela teoria da otimalidade : a teoria das cadeias de candidatos (MCCARTHY,2007)
Autor Collischonn, Gisela
Resumo No quadro da Teoria da Otimalidade (OT), há um amplo debate a respeito da solução para o problema da opacidade - i.e. quando uma generalização fonológica não é plenamente satisfeita nas formas de saída. A OT clássica (PRINCE; SMOLENSKY, 1993; McCARTHY; PRINCE, 1995) não reconhece a existência de níveis intermediários entre input e output, o que acarreta difi culdades no tratamento de interações opacas. Diversas propostas buscam resolver o problema; dentre estas, as que introduzem alguma modifi cação na arquitetura da OT clássica, como a TO Serial (ITÔ; MESTER, 2001, 2003) e a Teoria das Cadeias de Candidatos (McCARTHY, 2007). Buscando contribuir para a discussão, analisamos a interação entre alguns processos do português europeu através da Teoria das Cadeias de Candidatos. Os dados são interessantes porque a produtividade destes fenômenos é bem atestada, confi rmando a hipótese de que a opacidade reside na gramática e não no léxico da língua. A Teoria das Cadeias de Candidatos é superior às outras propostas na solução ao problema de opacidade observado. Esta proposta, entretanto, não consegue dar conta plenamente da opacidade sem lançar mão de condições especiais, as quais limitam a Liberdade de Análise defendida pela OT.
Abstract In Optimality Theory (OT), there is a debate concerning the solution for the opacity problem, mainly for those cases which in traditional derivational perspective were accounted for by rule ordering. Diverse alternatives attempt to solve the problem; among them there are those that propose some modifi cation in classical OT architecture (PRINCE; SMOLENSKY, 1993, 2004; McCARTHY; PRINCE, 1995), like Serial OT (ITÔ; MESTER, 2001, 2003) and the Candidate Chains Theory (OT-CC) (McCARTHY, 2007). Aiming to contribute data to the discussion, we analyze processes in European Portuguese whose interaction is opaque. The interest of studying these processes rests on the fact that its productivity is well-attested, confi rming the hypothesis that opacity lies in the grammar and not in the lexicon. It is shown that OT-CC fares better than the other proposals to account for the observed data. But, on the other hand, it still cannot deal with opacity without recourse to some special conditions which limit the freedom of analysis claimed for by classic OT.
Contido em Alfa : revista de lingüística. Marília. Vol. 8, n. 2 (2008), p. 311-333
Assunto Linguagem e línguas
Opacidade (fonologia)
[en] European Portuguese
[en] Opacity
[en] Optimality theory
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/130171
Arquivos Descrição Formato
000709461.pdf (172.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.