Repositório Digital

A- A A+

A teoria do consumidor e o comportamento de indivíduos oniomaníacos

.

A teoria do consumidor e o comportamento de indivíduos oniomaníacos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A teoria do consumidor e o comportamento de indivíduos oniomaníacos
Autor Quadros, Luciana Cunha de
Orientador Monteiro, Sergio Marley Modesto
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Behavioral economics
[en] Compulsive buying
[en] Neuroeconomics
[en] Oniomania
[en] Theory of consumption
Resumo O principal objetivo desse trabalho é entender se a teoria do consumidor explica o comportamento de indivíduos oniomaníacos, ou seja, o comportamento de compradores compulsivos. Pretende-se investigar se os pressupostos que constituem o modelo tradicional de consumo são adequados para explicar como compradores compulsivos tomam suas decisões. Para isso, serão apresentadas duas diferentes visões da teoria econômica sobre a tomada de decisão de consumo: o modelo tradicional de consumo e a economia comportamental. A primeira visão possui um caráter mais normativo, utilizando como suposição a racionalidade para descrever o comportamento do consumidor, enquanto a segunda questiona essa racionalidade, tentando adequar as suposições ao comportamento observado do consumidor, logo possui caráter mais descritivo. Também será destacado o surgimento da neuroeconomia e as contribuições que ela pode trazer para o entendimento de como as decisões de consumo se processam no cérebro humano. Por fim, será apresentado o comportamento do indivíduo oniomaníaco, o contexto em que está inserido e as influências que esse sofre. A conclusão é que o comportamento desses indivíduos não pode ser explicado pelo modelo tradicional de consumo, fica claro que quando alguém por impulso faz uma compra desnecessária, esse comportamento não está ligado a uma escolha racional.
Abstract The main objective of this essay is to understand if the consumer theory explains the behavior of oniomaniac individuals, or the behavior of compulsive buyers. We intend to investigate if the presupposed that constitute the traditional samples of consumption are appropriate to explain how compulsively buyers take their decisions. In this aim, it will be presented two different views from the economic theory about the decision of consume: the traditional sample of consumption and the behavioral economics. The first view has a more normative character using as a supposition the rationality, trying to adequate this supposition to observed behavior of the consumer, having a more descriptive character. Also it will be detached the emergence of neuroconomics and the contributions that it can bring to the understanding how the consume decisions process inside the human brain. Finally, it will be considered the individual oniomaniac behavior, the context it is inserted and the influences it suffers. The conclusion is that the behavior of these individuals can’t be explained by the traditional sample of consume. It is clear that when somebody impulsively buys something unnecessarily, this behavior isn’t connected to a rational choice.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/130290
Arquivos Descrição Formato
000975156.pdf (1.001Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.