Repositório Digital

A- A A+

Análise da elasticidade preço de beneficiários de planos de saúde privados em relação às consultas médicas

.

Análise da elasticidade preço de beneficiários de planos de saúde privados em relação às consultas médicas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise da elasticidade preço de beneficiários de planos de saúde privados em relação às consultas médicas
Autor Bermúdez, Bruno Grillo de
Orientador Torrent, Hudson da Silva
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Copayment
[en] Count data models
[en] Econometrics
[en] Health economics
[en] Moral hazard
[en] Physician consults
Resumo O presente trabalho tem como objetivo central a identificação de padrões de comportamento de contratantes de planos de saúde frente a diferentes desenhos de contrato sob assimetria de informações, tais como risco moral e problema agente-principal. O foco principal é a mensuração da elasticidade-preço do bem consultas médicas, dada a existência de mecanismos – para uma parte da população – que alteram o custo marginal. A questão divide-se na verificação da existência do risco moral, ao observar que usuários cujo custo marginal é zero utilizam em excesso os recursos médicos – visto que estão abaixo do seu preço de mercado – e na magnitude deste efeito (elasticidade-preço). Para tanto, emprega-se modelos de contagem de dados – pois a variável de interesse é discreta – de uma e de duas etapas, cujo objetivo é tentar modelar a quantidade de consultas sob problema agente-principal. Na conclusão do estudo, verifica-se que o efeito da coparticipação (o mecanismo que torna o custo marginal diferente de zero) sob a quantidade de consultas é estatisticamente significativo.
Abstract The present paper aims to identify health insurance contractors' behaviour patterns facing different sorts of contract designs under information asymmetry, such as moral hazard and principal-agent problem. The main focus lies in the price-elasticity of physician consult measurement given the existence of schemes - that apply only to a share of the population - whose purpose is to change the marginal costs through out-of-pocket payments. The problem is divided in two parts, being the first to assess whether moral hazard is present or not by observing that payees whose marginal cost is zero consume more resources - since their prices are under the market price - than their peers with higher copay, and then the magnitude of this phenomenon (price elasticity). For this purpose, one need to employ count data models - since the data of interest is discrete-, applying one-step and two-step models, whose intention is to model the physician consult under the principal-agent problem framework. At the conclusion, it is verified that the copayment effect (which turns the marginal cost greater than zero) on the amount of consults is statistically significant.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/130299
Arquivos Descrição Formato
000975562.pdf (1.326Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.