Repositório Digital

A- A A+

Governo Salvador Allende : um caso populista ou um caso socialista latino-americano?

.

Governo Salvador Allende : um caso populista ou um caso socialista latino-americano?

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Governo Salvador Allende : um caso populista ou um caso socialista latino-americano?
Autor Jesus, Camila Vian de
Orientador Fonseca, Pedro Cezar Dutra
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Chile
[en] Economic populism
[en] Latin america
[en] Politic populism
[en] Salvador Allende
[en] Socialism
Resumo Este trabalho tem como objetivo analisar as políticas econômicas executadas no programa de governo de Salvador Allende, presidente no Chile, entre os anos de 1970 e 1973, por apresentar duas formas distintas de classificá-lo. Nas eleições de 1970, a população chilena elegeu de forma democrática um governante com claras pretensões de transformar o país em uma sociedade socialista. Para que essa mudança ocorresse, foi necessário colocar em prática um programa de políticas macroeconômicas extremamente expansivas e com um elevado caráter reformista. Dentro dos objetivos do governo, a prioridade dava-se nas transformações estruturais, na melhora da distribuição de renda e na diminuição da desigualdade, procurando beneficiar as classes de mais baixa renda em detrimento das classes detentoras dos meios produtivos e de maior renda. No entanto, para que o objetivo fosse alcançado da forma mais rápida possível, algumas políticas foram implementadas de uma forma acelerada, trazendo grandes benefícios no primeiro ano, como aumento expressivo do salário real e diminuição da inflação, chegando já no segundo ano de governo com fortes desequilíbrios econômicos. Para alguns autores e teóricos o referido governo se enquadra dentro de um modelo populista econômico, que utiliza dessas políticas macroeconômicas expansionistas para trazer diferentes ganhos e benefícios para a população, sem se preocupar ou sem contabilizar, os riscos de desequilíbrio e crise que essas políticas podem trazer. No entanto, outro grupo de autores vai de encontro a essa ideia, afirmando que o governo Allende utilizou essas políticas para que uma real transformação da sociedade ocorresse. Ao final do trabalho, depois de analisar as características que formam os governos socialistas e os governos populistas na América Latina, chegou-se à conclusão que a razão de ser da política econômica do governo de Salvador Allende, apesar de ter utilizado políticas que podem satisfazer os critérios dos modelos de ciclos populistas, dificilmente pode ser entendida sem que se incorpore na análise seu propósito maior de transição para uma sociedade socialista, o que o afasta dos casos mais tipificados de populismo na América Latina.
Abstract This paper has the purpose of analyse the economic policies executed during the government of Salvador Allende, presidente of Chile between 1970 and 1973, by presenting two different forms of classifying it. In the election of 1970 the chilean elected, democratically, a governor with clear intentions of transform the country into a socialista society. For this change to occur it was necessary to put on practice a program of extremely expansive macroeconomic policies and with a great reformist character. Within the objectives of the government, the priority was the structural transformations, the improvement of income distribution and the reduction of inequality, trying to benefit the lower classes instead of those who own the means of production and have more income. Nevertheless, for this goal to be achieved quickly, some policies were implemented in a hurry, bringing great benefits in the first year, like the expressive increase in the real wages and the reduction of inflation, and already experiencing strong economic instability during the second year of governement. For some authors and theoricists the mentioned governement fits in a populist economic model that uses this expantionist macroeconomic policies to bring different gains and benefits to the population, without worrying or accounting for the risks of instability and crisis that this policies could bring. However, another group of authors opposes to that idea, affirming that the Allende governement used those policies so that a real society transformation could occur. At the end of the paper, after analyzing the characteristics that composed the socialist and populist governements in Latin America, the conclusion was that the reason behind the economic policies of the governement of Salvador Allende, despite using policies that could satisfy the criteria of the models of populist cycles, hardly could be understood without incorporate in the analysis its bigger purpose of a transition to a socialista society, which moves it away from more tipified cases of populism in Latin America.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/130319
Arquivos Descrição Formato
000975903.pdf (782.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.