Repositório Digital

A- A A+

Impacto da interação mãe-criança e da experiência e creche para o desenvolvimento infantil nos dois primeiros anos de vida da criança

.

Impacto da interação mãe-criança e da experiência e creche para o desenvolvimento infantil nos dois primeiros anos de vida da criança

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impacto da interação mãe-criança e da experiência e creche para o desenvolvimento infantil nos dois primeiros anos de vida da criança
Autor Becker, Sheila Machado da Silveira
Orientador Piccinini, Cesar Augusto
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Bebê
Creche
Desenvolvimento infantil
Relações mãe-filho
[en] Childcare center
[en] Infant development
[en] Mother-child interaction
[en] Quality of childcare center
Resumo O presente estudo teve como objetivo investigar o impacto da interação mãe-criança e da experiência de creche para o desenvolvimento infantil nos dois primeiros anos de vida da criança. Participaram do estudo 44 crianças (M=6,4 meses; DP=1,6) e suas mães (M=34,1 anos; DP=5,2) divididos em dois grupos: Grupo Creche (21 crianças que frequentavam a creche) e Grupo Não Creche (23 crianças que não frequentavam a creche). As mães de ambos os grupos apresentavam alta escolaridade (M=17,6 anos; DP=) e renda familiar média de R$ 8.307,95 (DP=6.157). Foram realizadas três fases de coleta de dados (Fase dos 6, 12 e 18 meses de vida). As díades mãe-criança foram filmadas durante interação livre quando se examinou a qualidade da interação através do Maternal Behavior Q-sort, enquanto o desenvolvimento infantil (cognitivo, da linguagem, socioemocional e motor) foi avaliado através das Escalas Bayley III. Por fim, a qualidade da creche foi avaliada pela escala Infant/Toddler Environment Rating Scale. Os resultados revelaram que a escolaridade da mãe se correlacionou positivamente com alguns domínios de interação mãe-criança: Sensibilidade, Eficácia de resposta e Sincronia nas fases dos 12 e 18 meses. No que diz respeito ao impacto da creche para o desenvolvimento infantil, verificou-se um efeito significativo da creche apenas para o desenvolvimento motor, indicando que as crianças que frequentaram a creche tiveram escores mais elevados na Fase dos 18 meses. Ainda com relação à creche, verificou-se que frequentar ou não a creche não interferiu na qualidade da interação mãe-criança. Além disso, os resultados revelaram que alguns domínios da interação mãe-criança mostraram-se significativamente associados ao desenvolvimento infantil, entre eles: Estar ciente dos sinais do filho, Rejeição e Facilitação da exploração e aprendizagem, sendo que os dois primeiros interferiram de forma negativa no desenvolvimento cognitivo aos 18 meses. Já Facilitação da exploração e aprendizagem pareceu beneficiar o desenvolvimento cognitivo aos 18 meses, além de apresentar associação positiva com desenvolvimento da linguagem e desenvolvimento motor. Por fim, verificou-se que a qualidade da interação mãe-criança e frequentar ou não a creche, explicaram apenas uma pequena parte da variância do desenvolvimento infantil. É plausível se supor que isto tenha ocorrido em função do curto tempo investigado e pela própria idade das crianças participantes do estudo.
Abstract The present study aimed to investigate the impact of mother-child interaction and experience of childcare center for infant development during the first two years of child’s life. The study included 44 children (M = 6.4 months, SD = 1.6) and their mothers (M = 34.1 years, SD = 5.2) divided into two groups: Childcare Center Group (21 children attending the center) and Non- childcare Center Group (23 children who did not attend the center). Three phases of data collection were performed (6, 12 and 18 months of the child's life). The mother-child dyads were videotaped during free play when it were examined the quality of interaction through the Maternal Behavior Q-sort and child development (cognitive, language, social-emotional and motor) was assessed by Bayley Scales III. Finally, the quality of childcare center was assessed by the Infant/Toddler Environment Rating Scale. The results revealed that the mother's education was positively correlated with some domains of mother-child interaction: Sensitivity, Response effectiveness and Synchrony at 12 and 18 months. With regard to the impact of childcare center on child development, there was a significant effect of daycare only to motor development, indicating that children who attended day care had higher scores at 18 months. It was found that attend daycare center or not did not affect the quality of mother - child interaction. Furthermore, the results revealed that some domains of mother-child interaction were significantly associated with child development, among them: Awareness, Rejection and Facilitation of exploration and learning, and the first two domains interfered negatively on cognitive development at 18 months. Have Facilitation of exploration and learning seemed to benefit cognitive development at 18 months, in addition to presenting a positive association with the development of language and motor. Finally, it was found that the quality of mother-child interaction and attend daycare center or not explained only a small part of the variance in child development. It is plausible to assume that this has occurred because of the short time investigated and the age of the children in the study.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/130487
Arquivos Descrição Formato
000978047.pdf (1.066Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.