Repositório Digital

A- A A+

Das rodas e dos modos de andar a redução de danos : territórios e margens de um trabalho vivo

.

Das rodas e dos modos de andar a redução de danos : territórios e margens de um trabalho vivo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Das rodas e dos modos de andar a redução de danos : territórios e margens de um trabalho vivo
Autor Adamy, Paula Emília
Orientador Silva, Rosane Azevedo Neves da
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional.
Assunto Alcool
Drogas
Redução de danos
Saúde mental
[en] Alcohol and drugs
[en] Basic attention
[en] Harm reduction
[en] Health mental
[en] Territory
Resumo Este trabalho traz algumas considerações e problematizações das políticas sobre drogas, transcorrendo pela história da Redução de Danos em seu percurso clínicopolítico desde o campo da AIDS e sua transição como diretriz de trabalho para o cuidado a pessoas que usam álcool e outras drogas no campo da saúde mental. Para isso, utilizamo-nos do Método da Roda, que serviu também para pensar o papel do apoiador institucional e a cogestão de coletivos, para nos aproximamos de um município em que foi possível acompanhar os modos de andar a redução de danos também no campo micropolítico e, assim, pensar nessa transição e nas perspectivas de trabalho para a atenção básica. Com isso, apresentamos a Redução de Danos como tecnologia leve de cuidado, que circula pelo território e acompanha os diferentes modos de andar a vida, que está atravessada pelos impasses da Reforma Psiquiátrica e pela precarização do trabalho, que acompanha o trabalho da redução de danos desde o seu início e que se atualiza neste campo de pesquisa.
Abstract This essay brings some consideration and render problematily of the politics about drugs, elapsing between harm reduction in its political clinical course since Aids field and its transition as guideline of working to care to people that use alcohol and other drugs in the mental health field. For this, we use the wheel method, that fit also to think about the institucional supportes role and the co-management of collective to approach to a county that was possible to follow the way of the harm damage goes and also in the micropolitical field and, so, think about this transition and in the work perspectives to the basic attention. Therewith, we show the harm reduction as light care technology, that moves within the territory and follows the different ways of livong life, that is crossed by impasses of the psychiatric reform and by Precariously of the work, that follows the harm reduction work since its updates in this research field.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/130513
Arquivos Descrição Formato
000978960.pdf (616.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.