Repositório Digital

A- A A+

O estresse laboral da equipe de saúde da família : implicações para saúde do trabalhador

.

O estresse laboral da equipe de saúde da família : implicações para saúde do trabalhador

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O estresse laboral da equipe de saúde da família : implicações para saúde do trabalhador
Outro título Él estresse él trabajo del equipo de la salud de la familia : implicaciones para la salud del trabajador
Outro título It stress labor of the team of family health : implications for health of the worker
Autor Trindade, Letícia de Lima
Orientador Lautert, Liana
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Pessoal de saúde : Estresse
Saúde do trabalhador : Pessoal de saúde
Sindrome de Burnout : Pessoal de saúde
[en] Nurse
[en] Professional exhaustation
[en] Stress
[en] Workers health
[es] Agotamiento Profesional
[es] Enfermería
[es] Estrés
[es] Salud del trabajador
Resumo O trabalho das Equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF), se por um lado representa um importante recurso de melhoria da assistência à saúde da população, por outro, produz demandas, por vezes complexas, aos trabalhadores, os quais, freqüentemente, necessitam usar mecanismos de adaptação e enfrentamento. Deste modo, objetivou-se compreender o estresse laboral vivenciado pelos trabalhadores das equipes da ESF de Santa Maria e as implicações para sua saúde. O estudo foi do tipo híbrido e descritivo, desenvolvido junto aos trabalhadores das dezesseis (16) equipes de ESF do Município. A amostra contou com 86 trabalhadores (médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, odontólogo, auxiliar de consultório dentário e agente comunitário de saúde). A pesquisa ocorreu em duas etapas: na primeira foram identificados os trabalhadores com a Síndrome de Burnout; e na segunda foi realizada uma entrevista semi-estruturada com os trabalhadores que apresentaram os maiores e os menores escores da Síndrome. A análise dos dados quantitativos mostrou que o sexo feminino é predominante nas equipes da ESF de Santa Maria (84,9%), que a maioria possui companheiro (68,2%), tem filhos (69,4%) e não realiza atividades físicas (62,8%). Entre os sujeitos do estudo identificaram-se seis trabalhadores em Burnout. A idade jovem teve associação estatisticamente significativa com os níveis de estresse apresentados pelos trabalhadores (p= 0,034). A entrevista revelou que a satisfação pela resolutividade do trabalho prestado e seu reconhecimento pela comunidade converge entre os dois grupos em estudo: trabalhadores desgastados e não desgastados; e que estes utilizam formas de enfrentamento direcionadas, predominantemente às emoções, enquanto os não-esgotados resolvem os problemas do cotidiano laboral com apoio do grupo de trabalho. Os dados apontam para a importância de ações que valorizem a saúde dos trabalhadores, bem como favoreçam o relacionamento interpessoal entre os membros da equipe da ESF.
Resumen El trabajo de los equipos de la Estrategia de la Salud de las Familias (ESF), si por un lado representa una importante combinación de acciones de mejora de la asistencia a la salud de la población, por otro, produce demandas, algunas veces complejas, a los trabajadores, que necesitan frecuentemente el uso de mecanismos de adaptación y enfrentamiento. De ese modo, se tuvo por objetivo comprender el estrés laboral vivenciado por los trabajadores de los equipos de la ESF de Santa María y las implicaciones para su salud. El estudio fue del tipo híbrido y descriptivo, desarrollado junto a los profesionales de los dieciséis (16) equipos de la Estrategia de Salud de la Familia de la Municipalidad de Santa María. La muestra del estudio contó con 86 profesionales (médico, enfermero, técnico en enfermería, odontólogo, auxiliar de consultorio dentario y agente de salud). La investigación ocurrió en dos etapas; en la primera fueron colectados los datos cuantitativos a través del Inventario de Burnout; y, en la segunda fue realizada una encuesta semiestructurada con los profesionales que presentaron los mayores y menores resultados de Burnout. El análisis de los datos cuantitativos permitió revelar que el sexo femenino es predominante entre los profesionales de la ESF de Santa María (84,9%), que la mayoría tiene compañero (68,2%), tiene hijos (69,4%) y no practica actividades físicas (62,8%). Entre los sujetos de la investigación se identificaron seis trabajadores con Burnout. La edad joven fue estadísticamente asociada con los niveles de estrés presentados por los profesionales (p=0.034). La encuesta reveló cuales las fuentes de estrés de los trabajadores agotados, y que estos utilizan formas de enfrentamiento direccionadas predominantemente a las emociones, mientras que los no agotados buscan resolver los problemas cotidianos con apoyo del grupo de trabajo. Los resultados apuntan para la importancia de las acciones que valoren la salud de los trabajadores, bien como para el valor del reracionamiento interpersonal en el trabajo de los miembros de la ESF.
Abstract The work of the groups from the Social Program Family’s Health (ESF) represents on one hand a very important strategy of improving the assistance to the population’s health; on the other hand it sometimes produces complex demands to the workers, requiring a frequent usage of mechanisms of adaptation and confrontation. This way the aim of this study was to understand the labor stress which is been lived by the workers in the ESF groups in Santa Maria and its implications to their lives. This study was hybrid and descriptive. It was developed with the professionals from sixteen groups of the Family´s Health program in that city. The sample of this study counted on 86 professionals (doctor, nurse, nurse technician, dentist, dentist’s auxiliary and community agent of health). The research happened in two parts: in the first one the quantitative data was collected through the Burnout’ Inventory and in the second part a semi-structured interview was given by the professionals who presented the highest and the lowest scores according to Burnout. The analysis of the quantitative data has unveiled the women are predominant among the ESF professionals in Santa Maria (84, 9%), the majority of them have a spouse (68, 2%), have children (69, 4%) and they do not practice any kind of physical activity (62, 8%). Among the people who were part of this study, it was possible to identify six who work in Burnout. The young age was statistically associated with the stress levels presented by the professionals (p= 0,034). The interview has unveiled that the main sources of stress in exhausted workers who use the confrontation predominating to emotions while the people who do not feel exhausted try to solve their daily problems counting on their work group. The outcomes point to the importance of actions which value the workers´ health, as well as to the importance of the interpersonal relationship between the workers from ESF
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13057
Arquivos Descrição Formato
000635282.pdf (735.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.