Repositório Digital

A- A A+

Como diferentes níveis de autonomia no trabalho influenciam no atingimento de estados de FLOW

.

Como diferentes níveis de autonomia no trabalho influenciam no atingimento de estados de FLOW

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Como diferentes níveis de autonomia no trabalho influenciam no atingimento de estados de FLOW
Autor Trevizan, Juliano Gonçalves
Orientador Costa, Silvia Generali da
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Administração.
Assunto Autonomia profissional
Trabalho
[en] Autonomy at work
[en] Experience sampling method
[en] Flow
[en] Happiness at work
Resumo Vivendo em uma sociedade baseada em necessidades de produção e consumo (BOURDIEU, 1989), os líderes empresariais têm um papel central, o de tornar melhor a vida das pessoas (CSIKZENTMIHALYI, 2004). Proporcionar condições para que os colaboradores atinjam estados de flow (CSIKZENTMIHALYI, 1990) é uma forma desses líderes cumprirem com esse papel. A partir da suposição de que a autonomia está relacionada aos estados de flow, este trabalho se propôs a investigar como diferentes níveis de autonomia no trabalho influenciam no atingimento de flow. Dessa forma, o referencial teórico aborda o conceito de flow, com base em Csikszentmihalyi (1990 e 2004), e o conceito de autonomia com base em Iain King (2008), Daniel Pink (2010), Ricardo Semler (1988), entre outros. Para atingir o objetivo do trabalho foi realizado um experimento qualitativo e quantitativo com dezenove jovens adultos de Porto Alegre, que foram classificados em quatro diferentes níveis de autonomia no trabalho e acompanhados durante uma semana de suas vidas. Foi utilizado o método de amostragem da experiência (LARSON e CSIKSZENTMIHALYI, 1983) para capturar o nível de flow dos respondentes nas mais diferentes situações, e uma classificação do nível de autonomia, elaborada pelo autor da pesquisa. Assim, foi possível concluir que níveis de autonomia mais altos propiciam mais estados de flow na vida das pessoas, além de evidenciar como diferentes atividades, locais, pessoas e tempos de execução das atividades interferem no atingimento de estados de flow.
Abstract Living in a society based on needs of production and consumption (BOURDIEU, 1989), the business leaders have a central role, to make people lives better (CSIKZENTMIHALYI, 2004). Providing conditions for collaborators to attain flow states (CSIKZENTMIHALYI, 1990) is a way for this leaders to accomplish this role. Based on the assumption that autonomy is related to flow states, this work proposes to investigate how different levels of autonomy at work influence the attaining of flow. Thereby, the theoretical adresses the concept of flow, based on Csikszentmihalyi (1990 and 2004), and the concept oof autonomy, based on Iain King (2008), Daniel Pink (2010), Ricardo Semler (1988), among others. To reach the work’s objective it was realized a qualitative and quantitative experiment with ninteen young adults from Porto Alegre, which were classified in four different autonomy levels at work and accompanied during one week of their lives. It was used the experience sampling method (LARSON and CSIKSZENTMIHALYI, 1983) to capture the respondents flow level in diverse different situations, and a classification of the autonomy levels elaborated by the author. Therefore, it was possible to conclude that higher autonomy levels lead to higher levels of flow, besides evidence how different activities, locals, people and runtime activities interfere in attaining flow states.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/130640
Arquivos Descrição Formato
000978620.pdf (1.035Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.