Repositório Digital

A- A A+

Deposição mineral óssea em frangos de corte suplementados com fitase de Citrobracter braakii

.

Deposição mineral óssea em frangos de corte suplementados com fitase de Citrobracter braakii

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Deposição mineral óssea em frangos de corte suplementados com fitase de Citrobracter braakii
Outro título Bone mineral accretion in broilers supplemented with phytase Citrobracter braakii
Autor Anschau, Daniel Luis
Orientador Vieira, Sérgio Luiz
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Enzima
Frango de corte
Mineral
Nutricao animal
Suplementação alimentar
[en] Broilers
[en] Citrobracter braakii
[en] Phytase
Resumo O fitato é um fator antinutricional conhecido que indisponibiliza a maior parte do fósforo (P). Fitases exógenas hidrolisam o fitato ofertando parcialmente o P desta molécula. Este trabalho teve por objetivo investigar a suplementação alimentar de uma fitase expressa pela bactéria Citrobracter braakii com diferentes níveis de Ca e P sobre o desempenho zootécnico, características esqueléticas e digestibilidade de Ca e P para frangos de corte. Foram utilizados 350 frangos machos, Cobb 500, distribuídos em um delineamento experimental inteiramente casualizado em gaiolas composto por 7 tratamentos com 10 repetições de 5 aves cada. Uma dieta controle com 0,42 % de P disponível (Pd) e 0,84 % de Ca, e com reduções graduais de 0,32 %, 0,26 %, 0,20 %, 0,14 % de Pd e 0,80 % de Ca foram formuladas. A adição de fitase foi de (500 e 1.000 FTU / kg, respectivamente), em dietas de níveis deficientes de Pd. Coletas de tíbia, fêmur, e dedo médio direito, bem como do conteúdo ileal foram realizadas. As inclusões de fitase resultaram em melhoria no desempenho zootécnico, sendo que a adição no nível de 1000 FTU foi superior para todas as respostas medidas. Valores de equivalência para adição da fitase foram estimados por equação de regressão com níveis de Pd respectivamente de 0,094 % para (ganho de peso - GP), 0,137 % para (conversão alimentar - CA), 0,098 % (cinza da tíbia), 0,104 % (cinza do fêmur), 0,083 % (cinza do dedo médio), respostas para Ca de 0,094 %; 0,145 %; 0,084 % para (tíbia, fêmur e dedo médio) e respostas de P de 0,102 %; 0,111 %; 0,077 % para (tíbia, fêmur e dedo médio) para 500 FTU/Kg, e de 0,143 % (GP), 0,156 % (CA), 0,168 % (cinza da tíbia), 0,160 % (cinza do fêmur), 0,165 % (cinza do dedo médio), respostas para Ca de 0,172 %; 0,163 %; 0,195 % para (tíbia, fêmur e dedo médio) e respostas para P de 0,173 %; 0,157 %; 0,158 % para (tíbia, fêmur e dedo médio) para 1000 FTU/Kg.
Abstract The anti-nutritional factor phytate is known that most indisponibiliza phosphorus (P). Exogenous phytase hydrolyzes the phytate P offering part of this molecule. This study aimed to investigate the dietary supplementation of a phytase expressed by bacteria Citrobracter braakii with different levels of Ca and P on the performance, features and skeletal digestibility of Ca and P for broilers. We used 350 male chickens, Cobb 500, distributed in a completely randomized design in cages composed of seven treatments with 10 replicates of 5 chicks each. A control diet with 0.42% available P (Pd) and 0.84% Ca, and gradual reductions of 0.32%, 0.26%, 0.20%, 0.14% and Pd 0 80% Ca were formulated. The addition of phytase of (500 to 1000 FTU / kg, respectively) in diets deficient levels of Pd. Collections of the tibia, femur, and right middle finger, and the ileal content were performed. The inclusions phytase resulted in improvement in the performance, with the addition of 1000 FTU level was higher for all responses measured. Equivalency values for phytase addition were estimated by regression equation with phosphorus levels respectively to 0.094% (weight gain - GP) to 0.137% (feed - CA), 0.098% (gray tibia), 0.104% (gray femur), 0.083% (gray middle finger), responses to Ca 0.094%, 0.145%, 0.084% for (tibia, femur and middle finger) and answers P 0.102%, 0.111%, 0.077% for (tibia, femur and middle finger) to 500 FTU / kg, and 0.143% (GP), 0.156% (CA), 0.168% (gray tibia), 0.160% (gray femur), 0.165% (gray finger average), responses to Ca 0.172%, 0.163%, 0.195% for (tibia, femur and middle finger) and responses to P of 0.173%, 0.157%, 0.158% for (tibia, femur and middle finger) to 1000 FTU / Kg.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/130773
Arquivos Descrição Formato
000979361.pdf (1.077Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.