Repositório Digital

A- A A+

Você é o que você come? Os cuidados com a alimentação : implicações na constituição dos corpos

.

Você é o que você come? Os cuidados com a alimentação : implicações na constituição dos corpos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Você é o que você come? Os cuidados com a alimentação : implicações na constituição dos corpos
Autor Camargo, Tatiana Souza de
Orientador Souza, Nádia Geisa Silveira de
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde.
Assunto Alimentação : Aspectos sociais
Cuidado corporal
Saúde
Subjetividade no discurso
[en] Body
[en] Care of self
[en] Health
[en] Nourishment
[en] Subjectivity constitution
Resumo Na atualidade, a preocupação acerca dos cuidados com a alimentação e o corpo parece fazer parte da ordem do dia. Propostas através de enunciados veiculados em diferentes produções de mídia, campanhas de saúde e educação escolar, entre outros âmbitos, as noções atuais de cuidados com a alimentação – ao serem tomadas como verdades – delineiam os processos de constituição de subjetividades e de inscrição dos corpos. Este trabalho, inserido no conjunto de pesquisas que procuram fazer o cruzamento entre o campo dos Estudos Culturais em suas vertentes pós-estruturalistas e os escritos de Michel Foucault, tem como objetivos principais discutir a maneira como os discursos que prescrevem cuidados com a alimentação, ao proporem normas de conduta, definem modos de ser, estar e agir no mundo; assim como investigar e problematizar a configuração de tais proposições na atualidade. Para tanto, empreendi uma pesquisa histórica buscando olhar para as relações entre os discursos a respeito dos cuidados com a alimentação e outros elementos – como a política, a economia, os saberes científicos, as crenças religiosas, os padrões morais de conduta, entre outros – e apreender a singularidade de sua existência, suas condições de possibilidade. Esse percurso histórico, na medida em que mostra a proveniência e a emergência dos saberes e das verdades a respeito da “boa” alimentação e do “adequado” cuidado de si, em diferentes épocas e na atualidade, abre possibilidades para pensarmos de outro modo os ensinamentos direcionados aos nossos corpos e seus cuidados. A fim de investigar de maneira mais específica, os modelos de cuidados com a alimentação e o corpo propostos na atualidade, realizei uma análise dos enunciados presentes em rótulos de alimentos diet e light vendidos em uma rede de supermercados de Porto Alegre. Os rótulos, ao articularem imagens de um corpo jovem/belo, feliz, dinâmico, com tabelas nutricionais e padrões de saúde, veiculam formas de pensar e agir que atuam como regras 11 direcionadas aos cuidados com alimentação e o corpo. Nesse sentido, os rótulos dos alimentos, através das “verdades” que veiculam e que integram os processos constitutivos de nossas subjetividades, funcionam como instâncias pedagógicas. A partir dessa análise, intencionei discutir os atuais padrões de saúde, beleza e boa forma – orientada pelo questionamento do que estamos fazendo de nós mesmos, de nossos corpos. Essa pesquisa mostrou-me a necessidade de que se criem oportunidades para que sejam repensados os modelos atuais de cuidados com a alimentação e o corpo; e pensadas outras abordagens, além da biológica, para os temas como a alimentação, a saúde e o corpo, inclusive e, especialmente, na educação escolar – momento importante na aquisição de saberes e atitudes sobre o corpo e seus cuidados. Dessa forma, talvez, contribua para que a tarefa de cuidar de si não seja tão fortemente vinculada ao simples exercício da adaptação.
Abstract Nowadays, the worries about the cares of nourishment and body seems to integrate the schedule. Proposed by statements diffused in different media productions, health campaigns and scholar education, among other instances, the actual notions about nourishment cares – being taken like truths in this social-historic moment – delineate the processes of subjectivity’s constitution and body’s inscription. This work, inserted in the body of researches which plain to make the articulation between post-structuralists Cultural Studies and the Michel Foucault’s works, has like main objectives to discuss the way how the discourses – which prescribes nourishment cares – by proposing conduct rules, define patterns of being and act in the world; and investigate and put in doubt the configuration of these proposes, specially in our days, and in other historical moments. With this intention, I undertook a historic research looking at the relationships between nourishment discourses and other elements – as politics, economy, scientific knowledge, religious believes, patterns of moral conduct, amongst others – trying to capture the singularity of its existence, its conditions of possibility. I understand that such model of historic research, as it unravels the provenience and emergence of knowledges and truths of “good” nourishment and “adequate” care of self, opens possibilities to think of other kinds of approaches and insights about our bodies and the way we care for them. In order to investigate more specifically the contemporary models of nourishment and body care, I analyzed the statements presented in diet and light food labels sold in a Porto Alegre supermarket chain. I understand that such labels transmit a variety of kinds of knowledge which are important in the construction of identities and subjectivities, and because of this they work as a pedagogical instance. Departing from these analyses, I intend to discuss the current patterns of health, beauty and good shape – oriented by the interrogation of what we are doing to ourselves, to our bodies. Based on these two investigations, the historic research and the food labels analyses, I perceived the need of creating opportunities to rethink the contemporary models of nourishment and body care; and the possibility to think about another approaches, besides the biological, to the subjects of nourishment, health and body, including and specially in the scholar education, by understanding that this is a important moment in the apprenticeship of knowledges and attitudes about the body and its care. And by this way, maybe, contribute to consider the task of care of self not so linked to the single exercise of adaptation.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13087
Arquivos Descrição Formato
000637157.pdf (3.561Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.