Repositório Digital

A- A A+

Um estudo dos fatores de incentivo à transferência de conhecimentos no ambiente de equipes de chão de fábrica

.

Um estudo dos fatores de incentivo à transferência de conhecimentos no ambiente de equipes de chão de fábrica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Um estudo dos fatores de incentivo à transferência de conhecimentos no ambiente de equipes de chão de fábrica
Autor Fagundes, Filipe
Orientador Frank, Alejandro Germán
Data 2015
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
Assunto Gestão do conhecimento
Transferência de conhecimento
[en] Knowledge transfer
[en] Model
[en] New product development
[en] Teams
Resumo O conhecimento é uma ferramenta chave e um recurso para o diferencial competitivo das empresas. Esta dissertação contempla essa realidade considerando a necessidade que as empresas têm de aproveitar e armazenar os conhecimentos gerados no ambiente de chão de fábrica, utilizando para tanto o incentivo à transferência de conhecimentos (TC) entre as equipes desse ambiente. Quando considerada a TC entre equipes, a literatura acadêmica contém diversos estudos que aprofundam este assunto. Porém, essa literatura concentra-se em ambientes de equipes com maior grau de formação, como por exemplo as equipes de engenharia de produtos, e são escassos os trabalhos que contemplam ambientes de menor formação como o das equipes de chão de fábrica. Assim sendo, o objetivo deste trabalho é desenvolver um modelo para o incentivo da TC entre equipes de chão de fábrica baseado na explicação das relações existentes entre os diversos fatores que influenciam a TC. Para tanto, partiu-se da avaliação de um modelo proposto por Frank et al. (2014) para o a ambiente de desenvolvimento de produtos, o qual considera que existem fatores desse ambiente que podem ajudar a incentivar a TC e adaptou-se este modelo à realidade das equipes chão de fábrica. Este trabalho apresenta uma abordagem de pesquisa combinada de aspectos qualitativos (como entrevistas e estudos de caso) e quantitativos (como modelagem e priorização de fatores do modelo). A adaptação do modelo de Frank et al. (2014) à realidade de chão de fábrica baseou-se na avaliação de especialistas na área de gestão do conhecimento. A aplicação do método foi feita em uma empresa cuja realidade de equipes de chão de fábrica é presente. Por meio da utilização destes métodos obtiveram-se os seguintes resultados: (i) a proposição de uma taxonomia que classifica os fatores de influência na TC para realidade de equipes de chão de fábrica em diferentes subsistemas; (ii) a adaptação de um modelo para os relacionamentos entre os fatores, que explica de maneira sistêmica a interação que ocorre entre os mesmos. Do ponto de vista acadêmico, os resultados ajudam a ampliar a visão teórica e pouco abordada sobre a TC no contexto das equipes de chão de fábrica. Do ponto de vista profissional, foco principal do trabalho, os resultados permitem direcionar ações de melhoria da TC entre equipes de chão de fábrica da empresa estudada, mas também permite uma fácil extrapolação para outras realidades no mesmo contexto.
Abstract Knowledge is a key tool and resource for the competitive advantage of companies. This work addresses this reality by considering the need that companies have to take advantage and store the knowledge generated in the shop floor environment, using as support knowledge transfer (KT) activities. When considering the TC process between teams, prior research has been concerned mostly with high educational-level teams, such as product engineering teams or quality teams. However, few studies include lower educational-level environments such as the shop floor teams. In these environments, knowledge dynamic can be different, resulting in different needs to foster the KT process. Therefore, the objective of this work is to develop a model for the KT incentive between shop floor teams based on the explanation of the relationship between the various factors that can influence KT in this context. Aiming this, we started from the evaluation of a model proposed by Frank et al. (2014) for product development teams, which considers that there are organizational factors that can help encourage KT. We followed this approach and adapted this model to the reality of the shop floor teams. In order to propose such an adaptation, we combined qualitative aspects (such as interviews and case studies) and quantitative analysis (such as modeling and factors prioritization model). The adaptation of Frank et al (2014) model to the shop floor reality was based on the assessment of experts in knowledge management and was after applied in a practical study of a Brazilian company. By using this approach, the following results were obtained: (i) the proposal of a taxonomy that classifies the KT influencing factors for the reality of the shop floor teams; and (ii) the adaptation of a relationship model for the KT factors aiming its usefulness for shop floor environments. From the academic point of view, the results helped to extend the theoretical and little discussed vision about the KT in the context of shop floor teams. From a professional point of view, the main focus of this work, the results allowed to improve actions of KT between the shop floor teams at the studied company. Such results can be also useful to contribute for other companies.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131035
Arquivos Descrição Formato
000979653.pdf (867.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.