Repositório Digital

A- A A+

De mãos dadas com as crianças pequenas pelos espaços da escola : interações, brincadeiras e invenções

.

De mãos dadas com as crianças pequenas pelos espaços da escola : interações, brincadeiras e invenções

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título De mãos dadas com as crianças pequenas pelos espaços da escola : interações, brincadeiras e invenções
Autor Simões, Eleonora das Neves
Orientador Barbosa, Maria Carmen Silveira
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto Brincadeira
Educação infantil
Espaço pedagógico
Pesquisa em educação
[es] Educación infantil
[es] Espacio
[es] Interacciones
[es] Juegos
[es] Pesquisa con niños
Resumo Este estudo investiga como as crianças, na convivialidade com os adultos e outras crianças, significam os espaços da escola de educação infantil. Buscou-se também identificar os protagonismos das crianças pequenas na constituição e/ou transformação do espaço. A partir destas questões pretende-se refletir sobre a maneira como nos relacionamos com os espaços, móveis e materiais da escola, entendendo estes como uma pedagogia invisível. Utilizou-se como metodologia de pesquisa a abordagem de uma etnografia escolar para aproximar-se da vida cotidiana da instituição. A produção de dados partiu das três grandes questões teóricas, a saber: o protagonismo compartilhado, a constituição do lugar, e a estética dos espaços e das relações. O quadro teórico é composto por um diálogo entre autores da pedagogia italiana, Tuan na compreensão do conceito de lugar e Duarte Jr sobre a estética das relações. Ao longo do trabalho revela-se que constituir espaços em uma instituição de vida coletiva é, antes de tudo, organizar encontros e interações, sem necessariamente prever como isso irá acontecer.
Resumen Este estudio investiga como los niños, en el convivio con los adultos y con otros niños, atribuyen significado a los espacios de la escuela de educación infantil. Además, se buscó identificar los protagonismos de los niños pequeños en la constitución y/o la transformación del espacio. A partir de estas cuestiones se pretende reflexionar sobre la manera como nos relacionamos con los espacios, muebles, materiales de la escuela y entender estos como una pedagogía invisible. Se utilizó como metodología de la investigación el abordaje de una etnografía escolar para acercarse de la vida cotidiana de la institución. La producción de datos surgió de las tres grandes cuestiones teóricas, a saber: el protagonismo compartido, la constitución del lugar, y la estética de los espacios y de las relaciones. El cuadro teórico es compuesto por un diálogo entre autores de la pedagogía italiana, Tuan en la comprensión del concepto de lugar y Duarte Jr sobre la estética de las relaciones. A lo largo del trabajo se revela que constituir espacios en una institución de vida colectiva es, ante todo, organizar encuentros e interacciones, sin necesariamente prever como ello ocurrirá.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/131058
Arquivos Descrição Formato
000979803.pdf (7.385Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.