Repositório Digital

A- A A+

Sem palavras na ponta da língua : saúde mental coletiva, pedagogia e gagueira

.

Sem palavras na ponta da língua : saúde mental coletiva, pedagogia e gagueira

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Sem palavras na ponta da língua : saúde mental coletiva, pedagogia e gagueira
Autor Vicente, Gisele
Costa, Luciano Bedin da
Resumo Este artigo reescreve um trabalho de conclusão de residência multiprofissional em saúde mental coletiva. Escrita em narrativas de percurso, pretende, em processos de desmanches de palavras, provocar um gaguejar da língua em saúde mental coletiva. Trabalho feito em muitas mãos, de encontros com Roland Barthes e sua abordagem acerca da teatralização da língua, com Manoel de Barros a escovar palavras para ouvir seu primeiro sussurrar e Jorge Larosa com sua ideia de sujeitos enquanto viventes de palavras. Apresenta, sem palavras na ponta da língua, a pedagogia, a saúde coletiva e seus gaguejares. Com palavras a titubear trajetos em estar residente, perguntar: qual o lugar da pedagogia na saúde mental coletiva? Em atos de saúde, a pedagogia chega nova sem ser novidade: ela chega entre espaços de não estar. De pensamentos nômades, uma pedagogia em saúde mental coletiva pode emergir de práticas mestiças, do gaguejar de palavras, do trincar da língua.
Abstract This article is a new point of view of the work developed in the collective mental health residency. The route narratives were used to show miscarriages processes of words, and to crack collective mental health concepts. This paper was wrote by many hands as well as inspirations as Roland Barthes’ dramatizing knowledge, Manoel de Barros’ unpretentious poetry and Jorge Larosa’s idea about subject, which is understood as living word. Even without completeness, it dares to show pedagogy, public health and their cracks. There is some hesitation, even after cross the path, but the question should be asked: what place has the Pedagogy in Collective Mental Health? The Pedagogy was transformed, but the usual health view can’t see anything new, there is no assurance about the place in each one shall occupy. However, crossbred practices, stutter and cracks might bring out a peregrine thought to Collective Mental Health.
Contido em Saúde em Redes. Porto Alegre. Vol. 1, n. 2 (2015), p. 69-80
Assunto Distúrbio da linguagem
Pedagogia
Saúde coletiva
Saúde mental
[en] Collective mental health
[en] Pedagogy
[en] Words
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/131122
Arquivos Descrição Formato
000977313.pdf (245.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.